A XP Seguridade, braço da XP, que engloba todos os negócios de seguros da companhia (XP Seguros e XP Corretora de Seguros), anunciou a aquisição da DM10, um marketplace que conecta centenas de distribuidores autônomos a produtos de Vida e Previdência das seguradoras, agregando valor com tecnologia e treinamento. O valor da transação não foi revelado. 

Dessa forma, a XP amplia a sua presença comercial e a sua rede de distribuição no segmento, fortalecendo ainda mais a estratégia de Seguridade. Após um ano desde o seu lançamento, a XP Seguros é a empresa que mais cresce no setor, segundo dados da FenaPrevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida), e, em abril, liderou em captação líquida e portabilidade.

A XP espera conquistar na XP Seguridade o mesmo protagonismo atingido nos investimentos, democratizando o acesso a produtos de qualidade no segmento, que é ainda mais concentrado nos grandes bancos quando comparado ao mercado de produtos de investimento, e no qual há, também, uma grande presença de produtos inadequados e com altas taxas.

Fundada em 2007 pelo empresário Daian Moura, a DM10 possui presença em todo o território nacional e uma base de cerca de 1 mil profissionais ativos, que agora terão acesso a estrutura de produtos, suporte e tecnologia da XP. A empresa destacou-se nos últimos anos se posicionando como uma insurtech, apoiada pela qualidade da sua rede de corretores e pela construção, em conjunto com as seguradoras parceiras, de produtos previdenciários exclusivos e diferenciados. 

Para Roberto Teixeira, sócio responsável pela XP Seguridade, o setor será transformado nos próximos anos a partir do atual cenário econômico, mudanças regulatórias e inovação. “O planejamento da aposentadoria não poderá ser construído sobre produtos de renda fixa com a taxa de juros SELIC no menor patamar da história. Nesse novo contexto, a Previdência Privada torna-se quase uma obrigatoriedade para qualquer carteira de investimentos de longo prazo.

O Brasil deve realmente avançar para uma revolução no setor. Quando comparamos a penetração dos produtos aqui em relação a outros países existe ainda uma disparidade enorme”, diz. “Queremos fazer no mercado de Previdência Privada a mesma transformação que realizamos no setor de investimentos, valorizando o profissional de setor e, principalmente, os milhões de brasileiros que podem se beneficiar de produtos com qualidade superior. Para isso, a XP continuará investindo fortemente em tecnologia para ampliar a experiência digital do cliente e do corretor/parceiro de seguros, reforçando o seu ecossistema e oferecendo uma plena integração entre produtos de Seguros e com a plataforma de investimentos”, completa.

Para Daian Moura, CEO da DM10, a transação com a XP vai acelerar o acesso a investimentos de qualidade no mundo de Seguros. “Eu sempre acreditei na valorização do profissional do setor e é por isso que a nossa rede tem se destacado tanto nos últimos anos. Não tenho dúvidas de que os corretores parceiros continuarão sendo protagonistas e agora, com a XP, poderemos impactar milhões de brasileiros que ainda estão presos a produtos previdenciários ultrapassados ou pagando por seguros que não se adequam ao seu perfil e necessidades”, afirma.

O fechamento da operação está sujeito ao cumprimento de determinadas condições precedentes, incluindo a autorização prévia do Banco Central do Brasil, nos termos da regulamentação aplicável.