Presente em sete países da América Latina, recentemente a Wabi foi lançada também no Brasil para apoiar pequenos mercados, padarias, confeitarias, lojas de conveniências, entre outros estabelecimentos do varejo. A ferramenta, impulsionada pela Coca-Cola Argentina e desenvolvida pela YopDev, já está disponível no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Trata-se de um aplicativo em que o lojista não tem nenhum custo e o consumidor recebe o produto comprado em apenas 15 minutos sem qualquer taxa de entrega.

“Em tempos de covid-19, a Wabi permite que estes pequenos negócios mantenham suas atividades comerciais, inclusive a portas fechadas, fornecendo produtos aos consumidores do bairro e reduzindo o risco de contágio”, diz Carla Papazian, gerente nacional da Wabi no Brasil. “A Wabi é uma solução digital viável para esses estabelecimentos porque é de graça, não têm intermediários”, completa.

No aplicativo são vendidos bens de consumo como alimentos, bebidas não alcoólicas e alcoólicas, produtos de limpeza, artigos de higiene, mantimentos, enlatados, doces, entre outros. A disponibilidade dependerá do estoque ativo dos estabelecimentos perto dos usuários. O pagamento poderá ser feito pelo próprio aplicativo com a ferramenta WabiPay, em dinheiro, ou em cartão de crédito ou débito diretamente com o lojista.

“As pessoas são atendidas por estabelecimentos localizados num raio máximo de três quilômetros de onde foi realizado o pedido. Isso garante mais conforto e maior conveniência, de forma rápida e segura” reforça Papazian, ressaltando que a entrega é feita pelo próprio estabelecimento.

A Wabi já está presente em seis mil estabelecimentos na Argentina, no Brasil, na Colômbia, na República Dominicana, no México, no Chile, no Peru e no Uruguai. No Brasil, cerca de 700 pequenos negócios já aderiram à solução desde o início do ano nas cidades do Rio de Janeiro e em São Paulo, foco do piloto. Apenas em abril mais de 20 mil pedidos foram realizados através da Wabi no Brasil, contribuindo para ampliar a receita dos pequenos negócios.

“A expectativa é auxiliar 3,5 milhões de estabelecimentos em toda a América Latina. Temos a certeza que o processo de digitalização é irreversível e os lojistas que se aproveitarem dessa oportunidade terão condições de aprimorar a gestão de seu negócio”, afirma Papazian.

Para começar a vender por meio do aplicativo é preciso acessar o link e realizar o cadastro. O lojista não terá custo para utilizar a plataforma e nem pagará comissão, recebendo o valor total das vendas. Depois de registrar a loja, um executivo entrará em contato para direcionamentos. Depois, deve-se baixar o aplicativo Wabi Loja (disponível para Android e iOS) e ativar os produtos disponíveis à venda. Os pedidos começarão a chegar pelo aplicativo, basta aceitar e entregar os produtos. A ideia é que não haja intermediários entre o consumidor e a loja; portanto, a entrega é de responsabilidade da loja.

App Wabi – Como funciona

O consumidor baixa o aplicativo e insere seu endereço. Automaticamente será mostrado o estabelecimento mais próximo com disponibilidade de entrega. Ele escolhe seus produtos, finaliza o pedido e indica a forma de pagamento, WabiPay, dinheiro ou cartão. O lojista recebe o pedido e tem até 15 minutos para fazer a entrega.