Mesmo com o e-commerce como única alternativa de vendas viável durante a quarentena, muitos pequenos e médios negócios ainda enfrentam dificuldades por não terem iniciado as operações online. Para incentivar o movimento de migração para o digital, o Mercado Pago e a Nuvemshop lançam campanha para subsidiar a criação de lojas virtuais nos próximos 30 dias.

A proposta do meio de pagamento e da plataforma de e-commerce visa a conceder a gratuidade das mensalidades pela hospedagem na Nuvemshop durante quatro meses. No total, o valor subsidiado deve chegar a R$ 400 mil.

Para participar, os lojistas devem acessar a página e preencher o cadastro com os requisitos, que são: ser lojista offline, apresentar o número de CNPJ (pessoa jurídica ou MEI) e ter faturamento mensal de no mínimo R$ 5 mil. Os dados serão analisados e, após a aprovação, o empreendedor selecionado receberá por e-mail um código que libera os 120 dias de uso das plataformas gratuitamente, desde que utilize o Mercado Pago como meio exclusivo de pagamento.

De acordo com Daniel Davanço, diretor de Pagamentos Online do Mercado Pago, a parceria busca apoiar os micro e pequenos negócios durante a pandemia. “Queremos ajudar os empreendedores a enfrentarem este momento. Acreditamos que pequenas empresas podem manter seus negócios aos acessar novos públicos por meio da transformação digital”, completa.

“Estamos investindo em informação e incentivos para que mais pessoas se beneficiem da entrada de negócios no universo online, com o objetivo de minimizar o impacto no bolso do brasileiro”, completa Luiz Piovesana, CMO da Nuvemshop, que registrou aumento de 60% de novas lojas durante o mês de abril.

A campanha de incentivo acontece até o dia 1 de julho e é válida somente para novos clientes Mercado Pago e Nuvemshop.