Sky.One, startup de soluções para a nuvem, anunciou uma nova parceria com um meetup de tecnologia para mulheres do Brasil, o Cloud Girls. O objetivo da aliança é oferecer novas oportunidades de trabalho e contribuir para o crescimento da presença feminina no ambiente de TI.

A primeira iniciativa foi a realização de um webinar, que abordou temas importantes como carreiras, tecnologia e mercado de SAP, ministrado pela coordenadora comercial da Sky.One, Giovanna Saya e a diretora da Intel, Giselle Lanza.

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), somente 20% dos profissionais de TI no Brasil são mulheres. Hoje, a Sky.One possui 142 colaboradores em sua totalidade, sendo 41 mulheres e 101 homens, o que dá uma porcentagem mais alta, de 29%.

A head de Marketing da Sky.One, Raquel Padovese, acredita que a equidade de gêneros no ambiente de tecnologia é um caminho desafiador e que precisa ser percorrido com muita perseverança. ”Nós fechamos a parceria com o Cloud Girls justamente para contribuir com essa transformação, a começar pela nossa empresa, que também avança neste processo. Acreditamos ser uma grande oportunidade para promover troca de experiências e vivências de mulheres no mercado e também de atrair novos talentos para a nossa empresa”, explica.

As iniciativas incluem conectar o time de mulheres que já fazem parte da comunidade do Cloud Girls com a equipe da Sky.One, aumentar o número de mulheres no quadro de funcionários da startup e promover visibilidade às colaboradoras tanto da Sky.One, quanto do Cloud Girls por meio de webinars, por exemplo. Devido ao isolamento social decorrente da pandemia de covid-19, neste primeiro momento, todas as atividades serão realizadas online.

Segundo a Organizadora do Cloud Girls, Ju Fernandes, mesmo que o mercado de tecnologia no Brasil seja predominantemente masculino, é evidente que muitas empresas têm se preocupado em promover ações para mudar esse cenário.

”Nós já conhecíamos a Sky.One, principalmente pela impressionante história de seu crescimento vertiginoso e das soluções inovadoras em cloud. Parcerias como essa são extremamente positivas para as empresas, pois podem gerar oportunidades às integrantes, difusão de conhecimentos e troca de experiências”, afirma.

O Cloud Girls surgiu há três anos como um local onde as mulheres se sentissem à vontade para falar sobre tecnologia. ”Percebemos que nos eventos abertos anteriores ao Cloud Girls, não tínhamos mais de 10% de presença feminina. A partir desta constatação criamos um meetup exclusivo feminino e tivemos uma grande adesão. Hoje, possuímos mais de 10 mil participantes”, esclarece a organizadora. A Sky.One é uma das 20 empresas que colaboram com o projeto, apoiando a diversidade e promovendo ações voltadas ao público feminino.