A Amaro, fashiontech brasileira, lançou hoje a Amaro Collective, iniciativa que consiste em abrir sua plataforma de e-commerce para outras marcas de moda. O projeto tem a finalidade de utilizar o alcance e expertise de vendas online da empresa para apoiar outros empreendedores durante a covid-19, além de oferecer uma experiência de compra ainda melhor para as clientes.

As marcas Pantys, Framed, Allmost Vintage, Clemence, Zerezes, Linus e Haight passaram por uma curadoria de estilo e preferência das consumidoras da Amaro. A ideia é que as peças complementem o portfólio de produtos já oferecidos pela fashiontech brasileira e possam usufruir de toda a estrutura da empresa, desde o espaço no e-commerce, a experiência com o consumidor, facilidade de compra e a entrega rápida.

No futuro, as marcas também terão acesso aos dados analíticos de consumo da plataforma, como preferência das clientes, comportamento por região e feedback de produtos. Dessa forma, elas também poderão ajustar o portfólio em linha com as respostas das consumidoras.

Além disso, o time responsável pela curadoria na fashiontech continua estudando novas iniciativas, além de analisar ativamente o comportamento de consumo das clientes para entender preferências e desejos que possam ser supridos por marcas parceiras no decorrer do projeto. A iniciativa se manterá fixamente no e-commerce, mesmo depois da pandemia.

“O futuro do varejo será cada vez mais coletivo e colaborativo e é exatamente isso que o AmaroCollective traz. Queremos compartilhar o que temos de melhor, ajudando parceiros e acima de tudo beneficiando as clientes”, explica Denise Door, diretora da marketing da Amaro.

A novidade está disponível na página principal do site da Amaro, no cabeçalho superior direito. Com a mudança, a marca amplia o portfólio em categorias complementares e novos estilos.