A Clarke Energia é uma startup que gerencia a conta de luz de pequenas e médias empresas. Com apenas dois meses de fundação, recebeu um investimento de R$ 3,2 milhões que foi liderado pela Canary, com a participação de outros investidores como o fundo de alumni da Fundação Estudar (FEAP).

Para o Marcos Toledo, sócio da Canary, a startup possui características relevantes para o investimento: “A Clarke tem um time de fundadores muito bom, bastante ambicioso, com ótimo background acadêmico e profissional e capacidade de atrair ótimos talentos. Querem mudar um mercado que, no Brasil, ainda é bastante fragmentado e carece de desenvolvimento tecnológico, mas que tem potencial de ser muito grande. Ficamos muito animados em ver um time tão bom ser formado para resolver um problema difícil como o que eles querem atacar”.

O investimento faz parte do Canary Fund II, o segundo fundo lançado pela Canary e que vai investir US$ 75 milhões em startups brasileiras. De mais de 740 empresas avaliadas até o momento, apenas 17 receberam investimento.

Para o CEO da Clarke, Pedro Rio, a rodada semente que a startup participou traz uma vantagem competitiva nesta fase inicial. “Acreditamos que é fundamental ter o parceiro correto na jornada de modernizar um setor. A Clarke tem como visão mudar a forma de como as empresas se relacionam com sua conta de luz e, para isso, queremos testar nossa tecnologia com 2 mil clientes ainda em 2020.”

A redução da conta de luz tem se tornado assunto recorrente dentro das empresas. Contudo, o que muitos não sabem é que existem diversas formas de redução, que não envolvem somente desligar as luzes ou equipamentos. A maior economia muitas vezes pode vir de um simples ajuste tarifário.

“Costumamos falar que a Clarke faz as contas que ninguém faz para a sua empresa. Entender a conta de luz muitas vezes é uma tarefa complexa, mas quando você entende consegue economizar bastante dinheiro. Em muitos casos essa economia chega em até 30%”, explicou o CEO, Pedro Rio.

De forma simples, por meio do aplicativo, é possível gerar economia sem investimento inicial. O empresário pode simular a viabilidade da Tarifa Branca, descobrir qual o tamanho e o custo ideal de implantação de um sistema fotovoltaico, acompanhar e pagar as contas de luz com maior facilidade, e outras análises possíveis.

O diagnóstico é rápido: basta fazer a simulação por meio do teste da Clarke e descobrir o potencial de economia da empresa. Em poucas horas, a Clarke entrará em contato e vai orientar o cliente sobre como começar a economizar.