O Facebook lançou nesta semana a versão desktop do seu aplicativo Messenger para disponibilizar teleconferências em computadores Mac e Windows para usuários da rede social.

O novo produto ocorreu em um momento em que o uso de aplicativos de videoconferência, como o Zoom, disparou, com empresas, escolas e milhões de pessoas em todo o mundo trabalhando e estudando em casa depois que quarentenas foram impostas para retardar a disseminação do coronavírus.

O Facebook havia anunciado o plano para a versão para desktop no ano passado, ao mesmo tempo em que revelou as etapas para se transformar em uma empresa de mensagens privadas.

A rede social ainda observou que houve um salto de mais de 100% nas pessoas que usam um navegador de desktop para fazer chamadas de áudio e vídeo no Messenger no mês passado.

Fonte: Agência Reuters