O Google anunciou hoje que destinará mais de US$ 800 milhões para apoiar pequenas e médias empresas, governos do mundo todo e profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate à Covid-19.

Dentro da iniciativa foi criado um fundo de investimento de US$ 200 milhões que apoiará ONGs e instituições financeiras em todo o mundo para ajudar a fornecer acesso a capital a pequenas empresas. Como exemplo, a empresa citou a Opportunity Finance Network nos EUA, com quem já estão trabalhando para ajudar a preencher lacunas no financiamento para pessoas e comunidades carentes de instituições financeiras tradicionais. Além disso, o Google.org já está oferecendo subsídios em dinheiro de US$ 15 milhões a organizações sem fins lucrativos para ajudar a preencher essas lacunas para pequenas e médias empresas.

Serão disponibilizados também US$ 340 milhões em créditos do Google Ads disponíveis para todas as PMEs que tenham utilizado a plataforma no último ano. As notificações de crédito aparecerão nas contas do Google Ads e podem ser usadas a qualquer momento até o final de 2020 em plataformas de publicidade da empresa.

Confira outras ações dentro da iniciativa:

– Para ajudar a Organização Mundial da Saúde (OMS) e mais de 100 agências governamentais em todo o mundo que fornecem informações críticas sobre como impedir a disseminação da Covid-19 e outras medidas para ajudar as comunidades locais, serão destinados US$ 250 milhões em subsídios publicitários.

– Crédito de US$ 20 milhões em créditos do Google Cloud para instituições acadêmicas e pesquisadores com o objetivo de impulsionar o estudo de tratamentos e vacinas, rastreamento de informações críticas e identificação de novas formas de combater o coronavírus

– Suporte financeiro direto e conhecimento para ajudar a aumentar a capacidade de produção de equipamentos de proteção individual (EPI) e dispositivos médicos que salvam vidas. “Estamos trabalhando com nosso fornecedor e parceiro de longa data Magid Glove & Safety, com o objetivo de aumentar a produção de 2 a 3 milhões de máscaras nas próximas semanas que serão fornecidas à CDC Foundation”, contou Sundar Pichai, CEO do Google e Alphabet, em comunicado.

Além disso, funcionários de toda a Alphabet, incluindo Google, Verily e X, estão reunindo seus conhecimentos em engenharia, cadeia de suprimentos e assistência médica para facilitar o aumento da produção de ventiladores, trabalhando com fabricantes de equipamentos, distribuidores e o governo nesse esforço.