A Loft, plataforma digital de compra, reforma e venda de apartamentos, acaba de concluir a aquisição da SPRY, empresa de pesquisa de mercado. Com inteligência de pesquisa, a startup será capaz de gerar, a cada curto período de tempo, insumos sobre o que as pessoas estão procurando em cada região e ganhar capilaridade para entender melhor os nichos de mercado que se formam dentro de São Paulo.

A SPRY com o objetivo de tornar as pesquisas mais eficientes por meio da tecnologia e possui com uma plataforma para coletar informações; auditoria em tempo real (das informações coletadas pelos pesquisadores); e máquina de aquisição e treinamento de pessoas em escala para poder estar em qualquer lugar do mundo. A startup tem mais de 50 mil agentes cadastrados em mais de 2500 municípios.

Para Mate Pencz, fundador e co-CEO da Loft, a escalabilidade para estar em qualquer lugar do mundo é essencial para o momento de expansão da empresa. Com os resultados das pesquisas é possível gerar insumos para entender cada vez melhor as necessidades e perfil de quem busca um imóvel, além de contribuir para uma precificação ainda mais assertiva. Atualmente, a Loft está atuando nesse novo formato nos bairros de Moema, Jardim Paulista e Itaim Bibi e a expectativa é que chegue a novos bairros nos próximos meses.

“Por meio das pesquisas conseguimos descobrir informações como o que as pessoas valorizam em uma determinada região e isso permite uma entrega cada vez mais satisfatória. Além da intenção de compra e perfil do comprador, conseguimos mapear quais os demais serviços e produtos adjacentes que essa pessoa está buscando na hora de comprar e vender um apartamento, por exemplo”, afirma o executivo.

Com a aquisição, Fernando Salaroli, fundador da SPRY, passa a integrar o quadro da Loft. Agora, atuando como diretor da empresa, Salaroli, junto ao seu time que também foi absorvido pela companhia, passará a liderar os processos da startup dentro da Loft. “A tecnologia de pesquisa da SPRY conseguirá identificar o que a população demanda nos imóveis para que, então, a Loft consiga executar. Será um trabalho em conjunto”, conta Salaroli.

Outro ponto positivo da plataforma é a geração de renda, uma vez que qualquer pessoa pode se cadastrar para ser um pesquisador. “Essa nova aquisição representa uma oportunidade para o mercado como um todo, movimentando não só o setor imobiliário. Hoje cerca de 100 pesquisadores estão trabalhando em campo para a Loft por meio da tecnologia da SPRY”, conclui Pencz.

Anteriormente, a Loft já havia adquirido a Decorati, startup especializada na reforma de apartamentos.