O estado de Minas Gerais assinou um acordo de cooperação entre a Secretária do Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e a Microsoft, que prevê a realização da Imagine Cup, pela primeira vez, no estado. O evento, realizado anualmente pela Microsoft, está em sua 14ª edição e tem inscrições abertas para estudantes de mais de 16 anos até o dia 14 de março pelo site.

A Imagine Cup é uma competição estudantil, que tem como objetivo estimular e criar oportunidades para que os estudantes utilizem de criatividade, paixão e conhecimento em tecnologia para criar aplicativos, jogos e soluções que podem mudar a forma como vivemos e trabalhamos. Cada time poderá ter até quatro integrantes e um mentor.

O Governo de Minas Gerais está trabalhando de forma intensa em projetos nas áreas de ciência, tecnologia e inovação. A realização da fase nacional de uma das mais importantes competições de tecnologia do mundo reafirma a vocação que o estado tem para ser espaço de inovação e desenvolvimento do empreendedorismo.

Todo o projeto apresentado à Microsoft foi desenvolvido pela Sectes, que se empenhou em destacar a relevância do ecossistema de startups mineiras, as políticas públicas de educação, a infraestrutura e o potencial de mídia.

A final nacional da Copa do Mundo da Tecnologia será realizada em Belo Horizonte nos dias 26, 27 e 28 de abril e escolherá os vencedores de três categorias: Jogos, Inovação e Cidadania. Um dos times reconhecidos irá representar o País na final mundial, em Seattle, nos Estados Unidos, em julho, onde estudantes de vários países vão concorrer a 50 mil dólares e a uma mentoria da Microsoft para criarem suas empresas.

O Brasil é o atual campeão mundial, com o time E-FitFashion, da Universidade de São Paulo (USP), na categoria Inovação, com o software “Clothes for Me”, que simplifica o processo de compra online de roupas sob medida.

“Nosso torneio representa uma oportunidade para que jovens se engajem ainda mais no universo da tecnologia e aprendam a construir ideias criativas com habilidade. Dessa forma, acreditamos que estamos também apoiando o empreendedorismo ao reconhecer e incentivar que jovens transformem ideias inovadoras em startups, movimentando a economia local de software”, afirma Rodrigo Dias, Gerente de programas acadêmicos da Microsoft Brasil.