O Google Ventures, fundo de investimentos da gigante de tecnologia, tem apenas 5 anos e já conta com mais de 250 empresas em seu portfólio. E agora, pretende expandir ainda mais indo à Europa com um fundo inicial de US$ 100 milhões.

“Nosso objetivo é simples: queremos investir nas melhores ideias dos melhores empreendedores europeus e ajuda-los a dar vida a essas ideias”, diz o Google Ventures. “Nós acreditamos que a cena de startups europeia tem um enorme potencial. Nós temos visto várias novas empresas persuasivas emergir de lugares como Londres, Paris, Berlim, e regiões nórdicas – como o SoundCloud, Spotify, Supercell e muitas outras”.

Segundo o Financial Times, eles abrirão um escritório em Londres, com cinco parceiros, incluindo Eze Vidra (Google Europe), Tom Hulme (empreendedor), Peter Read (Anjo-Investimento), Avid Lazarideh (Code.Org), MG Siegler (Google Ventures parceiro).

Quando chegar por lá o Google ainda encontrará outros grandes fundos de investimento, como a Index Ventures, Earlybird Venture Capital, Baldeton Capital, Runa Capital e muitas outras americanas, como a Accel Partners, que também tem braços na Europa.