Construir um site não é fácil para quem não vive 24 horas por dia ligado na tecnologia, e as startups sabem disso. Aqui no Brasil, já temos players com o SitePX e, lá fora, o SquareSpace tenta se consolidar como caminho rápido, fácil e inteligente para criar uma página própria. Desde março deste ano, um doutor da USP também está apostando nesse mercado, por meio do Liberalis.

Paulo Salem, doutor em Ciência da Computação pela USP, criou um sistema que permite que profissionais liberais e autônomos criem e gerenciem seus sites, gratuitamente. “O profissional apenas preenche seus dados na plataforma (por exemplo: contatos, serviços prestados, currículo e portfolio), a qual já gera e disponibiliza automaticamente o seu site”, informa a companhia. Uma versão paga do produto também está disponível, sem anúncios e com funções extra.

A ideia do serviço também é funcionar como base de dados onde os usuários podem encontrar profissionais liberais. “Na prática, isso resulta em ferramentas que permitem às pessoas criarem algo complexo e elegante mesmo sem conhecimentos técnicos ou artísticos. A plataforma Liberalis oferece um modo eficaz de organizar fatos e ideias, não uma máquina de escrever para a Web”, afirma Paulo, segundo comunicado divulgado.

A startup começa a fechar parcerias e receber avais do mercado. Eles atenderão demandas da Universidade Estadual de Londrina, após fechar um acordo com a empresa júnior da instituição. Eles também estão entre os dez finalistas da D20-Desafio de Startup.

Foto: Anoto AB