A Pixtoy, startup brasileira baseada em Vitória (Espírito Santo), disputa espaço no mercado global de jogos mobile independentes desde agosto de 2012. Em janeiro, foi lançado o puzzle Cutesquares e, em junho, chegou ao mercado o Tuga Boy Adventures. E o esforço foi recompensado: eles anunciaram que receberam um aporte do braço de investimentos da holding Eigentun e foram aceitos no programa da aceleradora Start You Up.

“Os dois jogos que já lançamos são resultado de um projeto-piloto que não tinha grandes pretensões, mas fomos surpreendidos. Com o investimento, estamos trabalhando em um projeto grande para dezembro”, conta Felipe Lomeu, que criou a Pixtoy com Oswaldo Carvalho e Magnum Candido. Eles não divulgam o valor recebido em investimentos.

Segundo Felipe, os três decidiram entrar nesse mercado por gostar muito do setor de games, além de já trabalhar com isso. “Em uma conversa decidimos formarmos uma equipe pequena focada no desenvolvimento mobile, dando prioridade ao desafio de desenvolver games independentes”, diz o fundador. Atualmente, eles têm a ajuda de uma designer em tempo integral e dois colaboradores que trabalham na área de áudio.

“Mesmo sabendo que é um mercado extremamente difícil, restrito praticamente para os grandes desenvolvedores, os números impressionam. É um mercado global, bilionário e continua se expandindo em ritmo acelerado. Além disso, o modelo de negócio totalmente repetível e escalável veio ao encontro dos nossos objetivos”, afirma Felipe. O modelo de negócio deles é baseado na venda de games nas lojas de aplicativos.

Para o futuro, a equipe de Vitória pretende comprar os melhores equipamentos disponíveis no mercado para a equipe de desenvolvimento e trabalhar em um projeto robusto, que se torne um “hit” entre os jogadores e mantenha um crescimento orgânico. “Assim que conseguirmos, partiremos para uma nova rodada de investimentos, dessa vez para verticalizar nosso negócio!”