Foi um ano de planejamento somado com nove meses de testes no Recife, e agora a equipe do Mobipass se sente preparada para expandir a sua atuação para as regiões sul, sudeste e centro-oeste do país. A startup criou um serviço de pagamento móvel que pode ser integrado aos sistemas dos estabelecimentos comerciais e evitar que os consumidores tenham que pegar fila para pagar suas comandas.

Para descer em direção ao sul, a companhia contará com a ajuda da curitibana Huddling, uma empresa que faz investimentos e ajuda a construir empresas. A Huddling fez um aporte na Mobipass e agora é sócia da companhia. José Godoi Junior, um dos sócios da Huddling, explica que já existem negociações com casas noturnas em São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais e Distrito Federal.

Conversei com o José ontem para saber mais sobre esse negócio que pode facilitar a rotina de muita gente. “Nós já somos sócios da Mobipass desde o começo do ano. Já passamos do estágio de validação e já temos níveis legais de penetração em casas noturnas”, contou o sócio, que afirma que o produto também está atendendo outros tipos de estabelecimento, como restaurantes.

Segundo José, nos meses em que o aplicativo ficou em testes, o modelo de obtenção de receita mudou várias vezes. “A gente queria entender como monetizar o projeto, se seria uma cobrança do estabelecimento ou do usuário final”, diz. “Já testamos os dois e chegamos a conclusão de que o melhor é cobrar uma taxa pequena do usuário, cerca de 5% do ticket médio da casa.”

O usuário paga mesmo? O sócio vê apelos diferentes nos estabelecimentos em que o sistema pode ser implantado. “Na casa noturna, as pessoas estão dispostas a pagar a taxa para não pegar a fila. Nos restaurantes, é mais uma conveniência.”

José cita uma pesquisa feita com os usuários do produto para validar seu argumento. Segundo ele, apenas três de 20 clientes pesquisados disseram que a taxa poderia ser menor. “A principal reclamação foi a falta de penetração do mercado e é em cima disso que estamos trabalhando hoje. Se não tem em todos os lugares, às vezes a pessoa acaba esquecendo de usar.” Os planos de expansão está em andamento, mas ele afirma que existe um tempo necessário para integrar o Mobipass aos sistemas internos dos estabelecimentos.

Veja como funciona o Mobipass:

O aplicativo está disponível para iOS e Android. Veja o site oficial

Foto: Martin Fisch