O governo do Rio Grande do Sul lançou nesta semana dois editais para a área de conteúdo e redes digitais. No total, eles somam mais de R$ 10 milhões, que serão disponibilizados ao setor por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs) –os recursos vêm da Fapergs e do Ministério das Comunicações.

O primeiro edital trata do Programa Arranjos Produtivos Gaúchos de Conteúdos Digitais Criativos, que quer estruturar um centro de produção e pós-produção de conteúdos digitais “destinado ao adensamento da cadeia produtiva desse setor de forma articulada com os arranjos produtivos locais instalados ou em formação no Rio Grande do Sul”, diz texto do governo do Estado. Nesse edital, são R$ 7,7 milhões em investimento e custeio do centro.

A ideia desse edital é produzir conteúdo audiovisual, especialmente para jogos e aplicativos.

O segundo edital é o do Programa Redes Digitais de Cidadania RS, que vai selecionar e apoiar projetos de “qualificação do uso da internet e ampliação das capacidades no uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) por meio da elaboração e execução de cursos de extensão na modalidade de Educação à Distância (EAD)”. O programa tem um valor de R$ 2,9 milhões para distribuir em 120 bolsas, com duração de 18 meses, para estudantes de graduação, pós e coordenadores.

“Para os dois editais, poderão submeter propostas de projetos Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes), universidades públicas estaduais e demais Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs), públicas ou privadas sem fins lucrativos do RS até o dia 12 de agosto de 2013, através do Sistema de Gestão de Projetos de Pesquisa (Sigfapergs), no site www.fapergs.rs.gov.br”, diz o governo.