Uma nova iniciativa no mundo dos taxis. A Taxijá anunciou nesta semana o lançamento de uma ferramenta corporativa para ajudar as empresas a controlar seus custos com transporte, o Taxijá Corp. O produto integra a chamada e o pagamento eletrônico dos veículos e elimina a necessidade do conhecido boleto de papel.

“Temos um déficit em soluções que privilegiem o controle eficiente dos gastos. Há um número muito grande de empresas operando com pagamento via boleto em papel, o que dificulta a clareza de deslocamento, preço, organização e pagamento. O Taxijá Corp resolve esse problema e agiliza a prestação de contas, sem que haja prejuízo para as companhias”, afirma Arthur Pelanda, CEO do Taxijá, segundo comunicado divulgado.

A empresa que usa o Taxijá Corp tem uma interface para seus gestores administrarem o uso do transporte, monitorando os colaboradores, colocando limites e organizando reembolsos. Cada funcionário da companhia ganha uma senha para autorizar o pagamento eletrônico do taxi.

“Nas companhias que trabalham conosco testando e nos ajudando a aprimorar o sistema, o Taxijá Corp reduziu em até 35% a diferença que antes havia entre valores pagos e declarados por funcionários. O dado corrobora que estamos no caminho certo”, diz Pelanda.

Ainda de acordo com o comunicado, a Taxijá tem mais de 3 mil taxistas cadastrados e atua em seis cidades brasileiras desde setembro de 2012. Eles afirmam ter uma base de 85 mil usuários.

A Taxijá nasceu em 2012, como spin off da Mobinov, unidade da Scala IT.

Foto: Antonio Vázquez