Conversei com Santiago Sosa, co-fundador da Nuvem Shop, e com Danilo Amaral, da Trindade Investimentos, porque eles me falaram que assinaram um contrato de investimento. O valor investidor ultrapassa R$ 2 milhões.

O sistema possibilita que qualquer empresa possa vender qualquer coisa na internet, por meio da disponibilização de um sistema completo, integrado à fanpage da sua marca no Facebook, com meios de pagamento (numa variedade bem grande) e configuradores de frete, etc. Mas isso não é novidade e, para completar, o sistema não cobra comissão sobre os produtos vendidos (nem instalação, apenas mensalidade, de 59 Reais, 99 Reais ou 149 Reais).

Então, o que motivou o aporte?

“Conhecemos o Santiago durante um Startupi Camp, gostamos da abordagem e construímos um relacionamento. Com o tempo, entendemos por que a startup dele está indo tão bem: um time excelente que faz as coisas de forma incrível. Resolvemos investir”, resume Amaral. Mas não é só isso.

A NuvemShop tem 4 co-fundadores argentinos, que são engenheiros de informática e tem 25 anos de idade. “Começamos a Nuvem no início de 2011. No primeiro semestre, desenvolvemos o protótipo para a Argentina. No segundo semestre, fizemos uma rodada de 300 mil dólares com anjos argentinos e também norte-americanos. Com esse dinheiro, eu outro sócio passamos quase todo o ano de 2012 no Brasil, criando a operação brasileira. Foi difícil para caramba, porque tínhamos pouco dinheiro, dividimos um apartamento com um amigo brasileiro que eu conheci na Índia. Eu dormia na cozinha e meu sócio num sofá :) Aprendemos Português e os diferentes costumes brasileiras, e lançamos o protótipo”, relembra Sosa.

Hoje, as coisas estão diferentes. “Já temos 25 mil clientes e mais da metade deles são brasileiros. Hojé, já temos vários milhares de clientes, e mais da metade deles são brasileiros. Nosso time tem 12 pessoas, 5 estão no Brasil, e temos 4 vagas abertas para trabalhar conosco: 1 web designer, 2 assistente comercial, 1 vendedor de canais, tanto em Buenos Aires como em São Paulo”.

Se cada um desses 25 mil clientes paga a mensalidade de 59 Reais, isso dá um faturamento mensal milionário de sorridentes R$ 1.475.000,00.

A estratégia é simples: “Procuramos ter um produto bem simples de usar, bem localizado para cada mercado latinoamericano, com um serviço de atendimento ao cliente fora de série, e educando a todos nossos clientes em e-commerce”.

Em tempo: a imagem desta matéria é de um cliente da Nuvem Shop, a Canequice, e a Trindade Investimentos também investiu no Startupi.