Um pacote de incentivos do governo deve destinar R$ 30 bilhões* à Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), criada em agosto pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. O valor do investimento foi divulgado pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, que afirma que a presidente Dilma Rousseff confirmar o investimento até o fim do mês.

O “Estado” também afirma que o pacote a ser anunciado será direcionado a seis setores produtivos e estará aberto até o fim de 2014.

A Embrapii, inspirada na Embrapa, teve seu “memorando de intenções para criação” assinado em agosto de 2012 e nasceu com um aporte de R$ 90 milhões. A organização funcionará como uma “rede nacional de tecnologia que criará padrões para a certificação de institutos e centros de pesquisas”, fazendo um intermédio entre empresas e institutos tecnológicos federais, diz um comunicado divulgado pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), também envolvido na iniciativa. O ministério quer criar até 30 institutos de pesquisa no país.

Os R$ 30 bilhões previstos correspondem ao investimento feito pelo Governo Federal, sem contar o que pode ser colocado por outras instituições envolvidas –a ideia é que os projetos de inovação recebam aportes da iniciativa privada e de outros Estados. O ministério afirma que a “a Embrapii provavelmente será uma empresa pública de capital aberto, com predominância do setor privado na governança”.

A nova entidade criada deverá atuar em áreas como biocombustíveis, bionanotecnologia, energia fotovoltaica e eólica, tecnologia da informação e química verde, entre outras.

Expansão
A matéria publicada pelo “Estado” afirma que a meta geral do governo é elevar, até o fim de 2014, os investimentos gerais do país em inovação para algo como 2% do PIB.

Veja aqui mais informações sobre a Embrapii

*Inicialmente, a matéria informava R$ 30 milhões e a correção foi feita.