A Kenzie, escola de programação com metodologia do Vale do Silício, e a Brazilians in Tech (BiT), organização que apoia mulheres brasileiras na área de tecnologia, uniram forças para capacitar mulheres em TI com o curso gratuito de introdução à programação “Mulheres em Tech”, com o objetivo de promover a diversidade de gênero na área de tecnologia nas empresas.

O programa vai abordar o mercado da programação e dará a oportunidade para às alunas montarem seus projetos profissionais do zero. “Durante as aulas, as alunas irão aprender a lidar com questões técnicas que o mercado exige, além de conhecer as principais habilidades comportamentais necessárias para uma rápida adaptação, sinergia com times de tecnologia e crescimento profissional de longo prazo. Queremos, acima de tudo, transformar vidas através da educação”, explica Daniel Kriger, CEO e cofundador da Kenzie.

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), a participação feminina em TI é de apenas 20%. Já o programa YouthSpark, da Microsoft, aponta que só 25% das vagas no país são ocupadas por elas. “Nossa missão como Brazilians in Tech sempre foi a de conectar e criar pontes entre mulheres em diferentes estágios de suas carreiras em Tecnologia com as oportunidades no mercado. Comemorar os 2 anos da BiT oferecendo um curso de capacitação para milhares de mulheres brasileiras é um passo importante para a nossa organização”, destaca Mariana Carvalho, cofundadora da Brazilians in Tech.

As inscrições estão abertas até 8 de junho para todas as pessoas que se identificam com o gênero feminino e podem ser feitas através do site do projeto. As aulas acontecem entre os dias 6 e 10 de junho, ao vivo no canal do YouTube da Kenzie, às 19h.