Buscando parceria com startups, a Alelo, gestora de benefícios, incentivos e despesas corporativas, anunciou a abertura de inscrições para o programa de inovação aberta Open Lab. O projeto tem como objetivo a descoberta de soluções tecnológicas inovadoras que fomentem o setor financeiro e sejam possíveis parceiras para a empresa.

O edital é voltado para startups que estão em estágio de tração e escala que possuam a capacidade de operar um teste rápido da sua solução dentro do contexto de negócio da Alelo. As inscrições seguem abertas até o dia 24 de junho. De acordo com a companhia, não terá investimento em dinheiro nos projetos, mas os selecionados terão a oportunidade de se tornar fornecedores da Alelo.

“O objetivo do Open Lab é descobrir novas parcerias que tenham sinergia com a empresa e seus desafios internos, encontrando soluções inovadoras nas suas atividades operacionais e corporativas, além de ajudar a alavancar o negócio”, afirma a empresa em comunicado.

Como será o programa?

Para participar do programa, as startups devem apresentar soluções que se encaixem em um dos quatro desafios propostos: jornada gamificada do colaborador; inovação do mercado pet; jornada de credenciamento; e sistemas para segurança e validação de dados.

O Open Lab foi estruturado em cinco fases, começando pelas inscrições e deve durar cerca de 6 meses. As empresas passarão por um filtro de validação e as que cumprirem os pré-requisitos, entram para o programa. Depois da segunda fase, as startups ainda terão testes de conexão, projeto-piloto e, por fim, chegam à avaliação final.

As startups que passarem no teste final poderão ser contratadas como fornecedoras ou parceiras da empresa e ter sua solução aplicada a um universo de 700 mil estabelecimentos conveniados, mais de 100 mil clientes de RHs e alcance de 8 milhões de usuários.