Já se sabe que os smartphones e as mídias sociais mudaram radicalmente o cenário da publicidade tradicional. Junto a essa transformação, a pandemia acelerou o consumo digital no país e a publicidade móvel ganhou ainda mais força, e se tornou efetiva, porque permite que as empresas tenham taxas de conversão mais altas e, consequentemente, menores custos por cliques e aquisição de clientes, além de favorecer a coleta dados do comportamento dos clientes.

De acordo com o estudo anual do Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da Escola de Administração de Empresas de São Paulo, da Fundação Getúlio Vargas (FGVcia), o Brasil tem uma média de 2,1 dispositivos digitais por habitante, isto é, 440 milhões de celulares e computadores no total, sendo 346 milhões de aparelhos móveis.Esses dados reforçam a ideia que o modelo publicidade tende a continuar ganhando popularidade, ainda mais quando analisamos que as expectativas até 2023 é de que esses valores mais que dupliquem no país.

Pensando na necessidade de entendimento da publicidade móvel e aplicação em qualquer estilo de negócio para o sucesso, abaixo, a CleverTap , plataforma SaaS AI-powered, desenvolvida para alavancar estratégias de mobile marketing e omnichannel, com o foco nas companhias que querem melhorar as suas taxas de engajamento e retenção de clientes, definiu esse novo estilo de marketing, fez um levantamento dos diferentes tipos de promoções e destacou as vantagens da publicidade em smartphones, para você descobrir a melhor estratégia de sucesso para a sua empresa.

O que é publicidade móvel?

A publicidade móvel é entendida como qualquer tipo de anúncio veiculado em um dispositivo móvel, smartphone ou tablet. A sua incidência vem no aparecimento em telefones, por meio das mídias sociais, aplicativos, jogos, SMS, streaming de vídeos, sites móveis etc.

O aumento de investimentos destinados a este tipo de publicidade já estava em crescimento, o que foi potencializado pela pandemia, com o surgimento de novas necessidades e o crescente tempo de uso dos smartphones e televisões nesse período. Também, não podemos deixar de lado, a influência da revolução digital que o mundo vem passando e a competitividade do mercado atrelada a ela. Com isso, as marcas foram forçadas a fazer mudanças para criar campanhas que cabem no bolso dos usuários.

Quais as vantagens de investir em publicidade móvel?

Muito tem se falado sobre o aumento das receitas sobre a publicidade nos meios digitais, assim como os dados do Dentsu Ad Spend Report, onde o relatório apontou que o digital será o principal responsável pela retomada dos investimentos publicitários em 2021 e 2022, conquistando pela primeira vez 50% de toda a verba desta área mundial. Ainda relatou que, as redes sociais e serviços de busca são as principais fontes de crescimento do setor.

Diante disso, cada vez mais empresas estão entrando no movimento e alocando fundos de marketing para esse tipo de publicidade. Para mais disso, há muitos benefícios em investir nessa estratégia, são elas:

Público mais amplo: O uso da internet pelo celular já é superior ao acesso pelo computador, com essa facilidade, alcançar uma maior audiência, em pouco tempo torna-se mais possível;

Custo por clique (CPC) mais baixo: As taxas de anúncios para celular estão consistentemente mais baixas do que no computador ou tablets, mesmo com o crescimento

da base de clientes móveis, por exemplo. Com isso, há menos concorrência no smartphone do que no desktop e outros dispositivos. O que torna o CPC menor;

Melhor segmentação geográfica: Com a fácil portabilidade dos dispositivos móveis é possível o carregar para onde for, dessa forma torna-se capaz colher informações e perfis de localização, para produzir e entregar anúncios com base nesses dados de forma mais assertiva;

Taxas de conversão mais altas: Diante de todas as informações analisadas até aqui, os anúncios para celulares, então, possuem uma taxa de conversão de até 50% maior em comparação com tablets e desktops;

Natureza interativa do celular: Os anunciantes podem criar jogos interativos, concursos e/ou atrelar a realidade virtual. São amplas as possibilidades.

Mas, quais os tipos de publicidade móvel para o meu negócio?

Antes de apresentar os modelos, é importante levar em consideração que cada um detém das suas próprias plataformas, designs e técnicas, e por isso, é necessário pensar sobre o seu objetivo final para determinar qual funcionará melhor para a sua campanha:

Em vídeo: Opção de rápido crescimento, devido às altas taxas de conversão ao promover um produto ou serviço. É possível exibir anúncios de vídeo para celular, por meio de apps, sites, lojas online e mídias sociais, por exemplo. Com ele, você adquire uma maior exposição da sua marca a cada compartilhamento, e pode torná-los interativos aos telespectadores;

Banner publicitário: Consiste em um gráfico horizontal fino que se estende por um site para promover uma marca ou produto. Esses banners geralmente são amplamente visuais para chamar a atenção do leitor e criar consciência de marca com uma única imagem. São vinculados ao site da marca, portanto, assim que alguém clicar nele será transportado para o produto ou página que está sendo promovido;

Pop-ups: Janelas que aparecem na tela e se sobrepõem à página do site host. São ótimas opções para melhorar as taxas de conversões e criar listas de e-mails;

Ads nativos: Criados para se misturar ao ambiente e/ou aplicativos em que são exibidos. Uma vantagem significativa da publicidade nativa é que os anúncios não podem ser encerrados ou bloqueados pelo usuário até o final do tempo estipulado pelo criador dele. Muitas vezes, são usados em plataformas de mídias sociais e podem ser percebidos como postagens regulares junto ao feed do usuário;

Ads intersticiais: Usados em pontos de transição dentro de aplicativos e ocupam a tela inteira do dispositivo móvel. Alguns exemplos ocorrem durante o carregamento de uma página, entre os níveis de jogos ou ao abrir um aplicativo. Estes são populares entre as marcas, porque são bons para impulsionar downloads, chamar a atenção do usuário, e costumam ter uma alta taxa de cliques;

Por localização: Também conhecida como segmentação geográfica, é o processo de envio de mensagens direcionadas a indivíduos que entram em uma região específica. É indicada para reunir dados dos clientes em potencial, vendo quais lojas eles frequentam e explorando os seus interesses.

As marcas podem enviar mensagens anunciando uma venda nas proximidades, promovendo uma grande inauguração em uma cidade específica, e até mesmo incluindo mensagens personalizadas com base no clima, localização do usuário ou padrões de comportamento do usuário.