A Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) com o objetivo de contribuir com as instituições que desenvolvem e aceleram empresas inovadoras no Brasil, criou o ABES Startup Internship Program.

O programa visa fortalecer as startups, gerar sinergia entre fundos de investimentos, incubadoras e aceleradoras e contribuir para que os negócios possam superar as dificuldades presentes no mercado, colocando à disposição os mais de 33 anos de experiência da ABES nas áreas jurídica, regulatória, tributária e mercadológica.

A iniciativa disponibiliza para as entidades todos os serviços oferecidos pelas entidades a seus associados, como plantão jurídico-tributário, certidões, orientadores, guias, completa infraestrutura de compliance, diagnostico LGPD, plano de saúde e dentário, pesquisas de mercado, e comitês sobre relevantes temas do setor.

De acordo com Jamile Sabatini Marques, diretora de Inovação e Fomento da ABES, a iniciativa deve englobar cerca de 300 startups nos seis primeiros meses de atuação: “A parceria com incubadoras, aceleradoras e fundos de investimento permite uma união de esforços onde todos ganham. A ABES está aberta para contribuir com programas existentes, validando o processo de suas parcerias.

Rodolfo Fücher, presidente da ABES, complementa: “Queremos incentivar o empreendedorismo no Brasil e facilitar o acesso à informação e estrutura, através de uma rede de serviços essenciais para o sucesso das startups. O programa ajuda esses empreendimentos superarem as dificuldades presentes no mercado, colocando à disposição especialistas renomados do mercado. Se considerarmos que um de nossos pilares é contribuir para a construção de um Brasil mais digital e menos desigual, fortalecer as startups é um dos caminhos para atingir nossos objetivos”.

Recentemente, algumas instituições aderiram ao programa e vão contar com total apoio da associação. A Kyvo, consultoria de inovação que também desenvolve programas corporativos de inovação aberta com empreendimentos, é a primeira parceira do ABES Startup Internship Program em 2020. “Acreditamos que a troca de conhecimento é o motor principal para qualquer operação. Para expandir um negócio, é essencial que se domine não só a própria área de atuação, mas também contar com a ajuda de quem já está há mais tempo no mercado e pode agregar visões diferenciadas do negócio”, explica Hilton Menezes, CEO da Kyvo.

A ABES também teve a adesão da Bossa Nova Investimentos, empresa de grande reconhecimento em Micro Venture Capital da América Latina. “Essa iniciativa aproxima dos empreendedores diversos temas, entre eles compliance, propriedade intelectual, LGPD, encontro de negócios entre as associadas e startups, estimulando negócios entre eles e diversos outros benefícios”, comenta o CEO, Rodolfo Santos.

Outra aceleradora que aderiu ao programa é a Startup Farm, segundo o diretor executivo, Alan Leite, essa iniciativa é muito importante para fortalecer os empreendimentos no Brasil. “Há muitas empresas inovadoras e incríveis no país, mas muitas vezes elas precisam de orientações. Elas apresentam vários pontos importantes, como a criatividade, a vontade de fazer e assumir riscos. E outros (ponto) que precisam de maior lapidação, como a baixa inovação tecnológica e de modelo de negócio e a falta de ambição global”, afirma.

Para ter acesso aos benefícios desta parceria, os interessados deve acessar o link, preencher a proposta que está na página e encaminhar os documentos do empreendimento para o e-mail filiacao@abes.org.br. O valor da taxa é definido conforme o faturamento da empresa.