Nesta segunda-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) passou a classificar como “elevado” o risco internacional de contaminação pelo novo coronavírus. Com a intenção de colaborar com pesquisadores e laboratórios, a Roche anunciou o lançamento de kits prontos que identificam, de forma rápida, o novo vírus chinês.

O LightMix Modular é uma solução molecular RUO (research use only) pronta para uso, dedicada a pesquisadores e laboratórios, que permite a rápida detecção de vírus por qPCR (reação em cadeia da polimerase em tempo real).

Compostos por reagentes específicos para a detecção do subtipo chinês, os kits trazem qualidade e confiança, dando autonomia aos laboratórios para a realização de testes moleculares. Dadas as sequências limitadas de vírus disponíveis, três ensaios são usados para detectar o coronavírus 2019-CoV (gene E,RdRp e gene N), em linha com a recomendação da Organização Mundial da Saúde.

Além dos ensaios de qPCR, a Roche possui um painel de sequenciamento de nova geração (NGS), o VirCapSeq, que permite analisar e classificar com precisão e segurança 207 vírus, entre eles adenovírus (febre hemorrágica) e coronavírus.

Nomeado oficialmente de 2019-nCoV, o novo vírus identificado na China causa infecções respiratórias em seres humanos e em animais, com sintomas clínicos similares ao de uma gripe, provocando febre, tosse e dificuldade para respirar.