No último ano (nos Estados Unidos o ano fiscal termina no meio do ano), a empresa de ferramentas para atendimento Zendesk (ou veja o site brasileiro) teve um faturamento de 25 milhões de dólares e, em maio, quando abriu ações na NASDAQ, captou 100 milhões de dólares – operação que custou à empresa 3,5 milhões de dólares. Estes dados são públicos e qualquer um pode ver na Internet.

O que nem todo mundo sabe é como a empresa interpreta aquilo que pensa e faz, mas recebemos aqui no Startupi JD Peterson, vice-presidente de marketing da Zendesk, e de Márcio Arnecke, gerente de marketing. Na conversa, debatemos temas internos da empresa e também outros do mercado.

Veja  ainda: tudo que já publicamos sobre Zendesk.