Um levantamento do Sebrae aponta que a Copa do Mundo Fifa 2014 deve trazer faturamento de R$ 500 milhões a micro e pequenos negócios no Brasil até o fim do ano. Estima-se que até o momento, o evento já trouxe R$ 280 milhões para o setor. A pesquisa foi realizada com base nas rodadas de negociações promovidas nas 12 sedes da Copa do Mundo de 2014.

Para Luiz Barreto, presidente do Sebrae, quem mais irá faturar com o evento são as empresas que se prepararam antes e estão pensando no pós-evento e no legado que a competição pode deixar para os pequenos negócios. “E irão aumentar não só o faturamento como poderão se consolidar tanto no mercado interno quanto externo, uma vez que passarão a atender dentro dos padrões internacionais exigidos a todos que atuarem durante o mundial”, ressalta Barretto.

“É o caso de setores como o da Construção Civil, que vêm aproveitando as oportunidades geradas em obras nas arenas, ou de madeira e móveis que, além de atender às demandas dos hotéis, têm expandido suas atuações também no exterior”, comenta o Sebrae em nota à imprensa.

A Fantastic Brindes (SP) é uma das empresas que têm apostado nessas oportunidades. A empresa investiu 80% de seus investimentos no Kit Torcedor, que conta com itens como corneta, caneca, apitos, copo, vuvuzela, zumbina e mochila. Só no início deste ano, a Fanstatic Brindes já fechou orçamentos de aproximadamente 100 mil kits para grandes empresas, o que equivale à venda de mais de 400 mil produtos. O faturamento que era de R$ 150 mil em junho de 2013 saltou para R$ 380 mil no final do ano passado.