O Google está preocupado com as fraudes em anúncios online. Por isso, ele anunciou hoje que comprou a startup Spider.IO, focada em combater esse mal, que chega a causar gastos de US$ 6,8 milhões ao mês, segundo um levantamento do DoubleVerify.

A Spider.IO está no mercado há três anos e desenvolveu tecnologias desenhadas especificamente para detectar ataques originados de computadores infectados por malwares.

Os computadores hackeados rodam um programa oculto, que imitam o usuário e geram vários cliques falsos em determinadas propagandas. Esse volume é tão alto, que especula-se que 2/3 da audiência de alguns sites, foi feita por robôs instalados em computadores infectados.

“A publicidade nos ajuda a fundar o mundo digital que amamos hoje – vídeos inspiradores, sites informativos, aplicativos de entretenimento e serviços que nos conectam com amigos. Mas esse vibrante ecossistema apenas floresce porque profissionais de marketing podem comprar mídia online com a confiança de que aqueles anúncios estão chegando a pessoas de verdade, com resultados baseados em interesses reais. Para crescer o bolo para todos, nós precisamos acabar com as fraudes online”, explica o Google.

Os valores e termos das negociações não foram revelados. O TechCrunch salienta que a equipe da Spider.io tem um time impressionante, inclusive com três PhDs e um engenheiro que trabalhava com processamento de linguagens artificiais e naturais no Yahoo! – fatores que são um tanto quanto interessantes ao Google.