O Governo do Rio de Janeiro anunciou nesta quinta os 50 selecionados para o programa de fomento de empresas Startup Rio. Os projetos selecionados a partir de inscrição realizada em 2013 devem receber cerca de R$ 5 milhões em investimento, ou  até R$ 100 mil, em duas parcelas, a serem repassadas no período um ano.

A iniciativa é uma parceria entre a  Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia, Rio Negócios, Faperj, UERJ, Assespro e ATLZ e tem como objetivo transformar o estado em referência em tecnologia digital.  Além da mentoria e do conteúdo educacional desenvolvido por parceiros, as startups terão acesso a um espaço de co-working de 1.000m².

Abaixo a lista das empresas selecionadas:

  • Hoopcool

  • Desenvolvimento de software e aplicação de técnicas digitais a estudos arqueológicos (solicitante: Angela Ramalho)

  • COMETOGETHER – RIO:  Plataforma de social commerce direcionada ao turismo receptivo da cidade do rio de janeiro

  • MEDVISI

  • Edools – Plataforma web para publicação, gestão e comercialização de cursos online

  • Boom It – rede social para empreendedores

  • Tribos – Plataforma de interação online com diversas tribos e nichos, integrada aos sistemas de CRM e BI, para formação de databases marketing especializados.

  • we sense – people want to experience

  • Sistema de fretes “Olha o Frete!”

  • Mobility

  • Sistema de gestão e divulgação de serviços de esporte e lazer ao ar livre para dispositivos moveis (solicitante: David Angst).

  • Aprenda Mais

  • Professores de plantão

  • CulTour Brasil – Brasil pass festival

  • Trypic – Compre fotos criativas sem pesquisar

  • Cidadão10 – Plataforma de mobilização social

  • Beni – Solução na nuvem para fidelização, retenção e relacionamento com cliente

  • Doobedoo – uma hospedagem alternativa pro seu pet

  • Wexpense – controle de reembolso na palma da sua mão

  • Neurociência aplicada on-line para aprimoramento das funções cerebrais (solicitante: Luiz da Silva)

  • Roomers.co – Locação temporária de espaços de trabalho

  • Reciclaí, uma solução interativa de estímulo ao mercado de reciclagem

  • CINENOAR: cinema brasileiro na internet

  • Solução computacional para simulação, análise integrada, gerenciamento e mitigação do risco (solicitante: Marcos Mendes)

  • O turismo desenvolvendo novos arranjos produtivos locais (Monique Rodrigues)

  • precojusto.org

  • FAZENDA CULINÁRIA – tecnologia digital para criação de plataforma comercial e para venda de produtos e experiências locais e gastronômicas de acordo com os princípios da produção local, sustentável e socialmente justa

  • Checkout express: sistema de compras integrado para uso via dispositivos móveis em lojas de supermercado

  • Quendi, uma nova maneira de consumir e compartilhar conteúdo audiovisual

  • O2PLUS

  • Conectando territórios

  • Shop Mobi – vitrine virtual com ofertas de produtos e serviços em locais estratégicos que podem ser adquiridos através de dispositivos móveis

  • LEVE plataforma de compartilhamento de veículos

  • inCast

  • Lispedia

  • Mistific – Plataforma bilateral de armazenamento e comercialização de imagens digitais tipicamente brasileiras, com foco no Rio de Janeiro.