Comprar qualquer bem por um preço menor que sua média é uma pequena vitória que gera satisfação em qualquer pessoa. É por esse instante efêmero de felicidade –o mesmo que faz o cliente voltar depois, claro– que duas empresas de internet focam seus negócios de maneiras similares.

A Meliuz e a Poup oferecem praticamente o mesmo serviço, com alguns pequenos contrastes. A Meliuz surgiu primeiro, no fim de 2011, e a Poup surgiu um ano depois, no final de 2012. Ambas oferecem cupons de desconto e uma porcentagem do valor pago pelo produto recebida de volta pelo cliente.

Screenshot da home da Meliuz

Screenshot da home do Meliuz

A Poup tem base em Brasília, onde os sócios Gustavo Gorenstein e Carlos Botelha vivem, mas eles passam parte do tempo em São Paulo – são acelerados pela Wayra e tiveram investimento-anjo em janeiro do ano passado de R$ 150 mil. Segundo Gorenstein, a porcentagem do dinheiro devolvida varia muito em cada loja e por isso ele não pode estimar quanto seja na maioria dos empresas –uma visita rápida ao site mostra uma variação de 1% a 30%. “A ideia é fazer com que as pessoas poupem na internet de duas maneiras ou ambas simultaneamente. A primeira é pegando o dinheiro de volta e a segunda com cupom de desconto”, diz Gorenstein.

A Meliuz tem base em Belo Horizonte e talvez seja por estar há mais tempo no mercado que os sócios não se intimidem tanto em divulgar os dados – teve um investimento de US$ 200 mil de um investidor de BH em 2011 e um outro de US$ 40 mil dólares da Start-up Chile em 2012. A porcentagem de dinheiro devolvido é quase a mesma, vai até 35%. A ideia por trás do negócio também não muda muito. “A Meliuz oferece gratuitamente cupons de desconto e dinheiro de volta de parte do produto comprado pelo cliente”, define Israel Salmen, fundador da Meliuz junto com Oflir Guimarães. Em 2011, a empresa contava oferecia descontos em produtos de apenas 19 lojas. Hoje, mais de 1.000 fazem parte do portifólio da Meliuz.

A primeira diferença fundamental entre as duas é que a Poup tem aproximadamente 100 lojas, mas só oferece cupom de descontos para quem recebe dinheiro de volta. Na Meliuz, as duas coisas (cupom e dinheiro de volta) podem co-exisitir separadamente; na Poup, não.

As duas empresas têm abrangência nacional, mas a Meliuz já trabalha com lojas internacionais (a Poup, ainda não). As duas oferecem cupons mesmo aos usuários não cadastrados, a diferença é que a Poup já os disponibiliza na página inicial enquanto a Meliuz exige mais cliques até a loja escolhida para revelar o código do cupom.

Cupom no Poup que aparece mesmo para quem não tenha cadastro no site

Cupom no Poup aparece mesmo para usuários não cadastrados

A Poup não divulga o número de usuários. A Meliuz tem 500 mil visitantes únicos por mês e outros 100 mil ativos.

Outro serviço delas é o Alerta, que, instalado no browser, avisa se existem cupons disponíveis no momento em que um usuário entra em uma das lojas online participantes. Os dois sites disponibilizam o alerta apenas para Google Chrome.

Imagem do Poup Alerta ativo no browser

Imagem do Poup Alerta ativo no browser

Com diferenças sutis, Poup e Meliuz incrementam o velho modelo de cupons e começam a fazer a cabeça do brasileiro. As duas tiveram crescimento notável no último ano. Gorenstein estima um aumento de 1.000% em usuários desde que o Poup começou, há pouco mais de um ano. Já a Meliuz divulgou alguns resultados recentemente e mostra que seus clientes economizaram cerca de R$ 5 milhões no ano de 2013. Sinal dos tempos.

Veja abaixo comparação entre os dois sites:

tabela_poup_vs_meliuz