Mais uma aceleradora em solo nacional: dessa vez, é a Jump Brasil, iniciativa sem fins lucrativos do parque tecnológico Porto Digital, em Recife, e cujo lançamento será feito oficialmente no próximo dia 2 de dezembro, durante o evento Construindo Startups de Classe Mundial (que vem ocorrendo pelas mãos do BNDES em várias cidades há alguns meses).

Segundo informações do Porto Digital, “a aceleradora Jump Brasil irá apoiar as empresas do Porto Digital que estão a ponto de lançar seus produtos, proporcionando, dessa maneira, um maior contato entre investidores e empreendimentos”.

O primeiro edital da Jump Brasil está previsto para janeiro, e a primeira turma de aceleração deve começar já em abril. Devem ser investidos R$ 35 milhões ao longo dos próximos cinco anos em estrutura e compra de participações acionárias nas startups.

A primeira turma de aceleração funcionará como um piloto e terá cinco startups, cujos investimentos vão variar entre R$ 35 mil e R$ 50 mil, mentorias e auxílio no desenvolvimento da empresa – a contrapartida é a participação da Jump no negócio. Depois dessa turma, a ideia é acolher dois grupos, cada qual com dez startups, anualmente.

(Na foto, a área do parque tecnológico Porto Digital, em Recife; crédito Wikimedia Commons)