Buscar um imóvel com as características desejadas e ter a comparação de imóveis partir de análise de uma grande massa de dados é o objetivo do novo portal imobiliário Zimp.

A ferramenta usa Big Data ao fazer uma varredura na sua base, que em apenas um mês de existência tem mais de 70 mil imóveis em todo o Brasil.

Em vez de o internauta selecionar tamanho, bairro, valor e outros atributos em longas listas de filtros, a busca textual executa pesquisas por meio da digitação de “Apartamento 2 dormitórios em Moema com piscina”, por exemplo.

O portal deve agregar, no final deste mês, a informação por consulta sobre qual o valor médio, mínimo e máximo de imóveis com o mesmo perfil no bairro selecionado e nas vizinhanças.

“Além de um portal de anúncios, o Zimp será um dos principais termômetros do mercado imobiliário ao disponibilizar uma ampla gama de análises customizadas pelo usuário.” afirma Bruno César, fundador da plataforma.

Eles projetam um faturamento de R$ 2 milhões até 2014. A startup já possui 160 imobiliárias registradas. Segundo comunicado oficial, até o final de outubro, os anúncios são gratuitos. Após este período, os pacotes custarão entre R$ 60 e R$ 450 por mês, conforme a quantidade de ofertas.