A PayU será a nova player do mercado de pagamentos digitais do Brasil. A companhia, criada há 13 anos e pertencente a holding sul-africana Naspers, anunciou ontem que iniciará suas operações no país, representada pela Buscapé Company. Atualmente, a PayU está presente em Europa, Ásia, África e na própria América Latina (por aqui, ela funcionava com a marca colombiana PagosOnline).

Segundo comunicado divulgado pela empresa, o objetivo é “ser o meio mais rápido e confiável para receber pagamentos pela internet”. Para isso, eles dizem que vão usar o “know-how de já ter operacionalizado centenas de milhões de transações, processando bilhões de dólares de forma segura”.

A PayU também está apostando em uma integração grande com o e-commerce. “A PayU pode se integrar rapidamente e de forma eficaz a todos os modelos e portes de negócios digitais. Entre nossos clientes na América Latina estão empresas como Groupon, Dafiti, Exito.com, Copa Airlines e Avianca, que desde 2009 utiliza nossa plataforma para vender passagens aéreas e serviços associados, agregando também o sistema anti-fraude para aumentar ainda mais a segurança das suas transações”, explica Martin Schrimpff, diretor da PayU Latam.

Em sua representação na América Latina, a PayU terá o nome de PayU Latam. Vale lembrar que a Buscapé Company, que representará a marca no Brasil, também pertence ao Naspers.

“Os e-consumidores compram online para economizar tempo. Da mesma forma, querem pagar de forma ágil, com apenas um clique, e em um ambiente 100% seguro. E são exatamente esses os principais benefícios da PayU para empreendedores virtuais brasileiros, de pequeno a grande porte, ou seja, segurança e facilidade”, afirma Romero Rodrigues, CEO do Buscapé Company, de acordo com o comunicado.

Vale pontuar que o mercado de pagamentos digitais passa por um período de regulamentação no Brasil, com a publicação de uma medida provisória pela presidente. Saiba mais sobre o assunto aqui.