Não existe uma resposta exata para essa pergunta mas é fato que a hora certa é a hora em que a pessoa se sente segura para isso. Do meu ponto de vista, o empreendedor nasce com essa característica mas também certamente pode desenvolver e sobretudo sofrer influência dos mais velhos, ou de outros, para desenvolver esse lado empreendedor.

A maioria dos pais costuma orientar seus filhos para terem bons empregos, normalmente em grandes empresas que proporcionem bons salários e bons benefícios. É muito raro (eu mesmo nunca vi) um jovem que tenha recebido orientação dos pais para seguir a vida de empreendedor ao invés de seguir uma carreira.

Não deveria existir uma regra, pois definitivamente existem pessoas que tem perfil empreendedor e outras não, de qualquer forma entendo que existem várias pessoas que tem esse perfil mas acabam não seguindo em função de não haver um suporte – acabam ouvindo aquele questionamento tradicional “você vai trocar o certo pelo duvidoso? E se der errado?”.

Nos Estados Unidos é muito mais comum as universidades orientarem os jovens a seguirem o caminho do empreendedorismo. Se olharmos alguns poucos exemplos de sucesso (nesse caso extremo sucesso) como Google, Facebook e outros mais, essa escolha pelo empreendedorismo chama muito a atenção e acaba até motivando jovens a seguirem o mesmo caminho. Infelizmente, no Brasil esses exemplos ainda são poucos; existem, mas são poucos.

Temos aqui um fenômeno, mas não ligado a área de tecnologia, que é a formação de grupos ou de empresas muito bem sucedidas em pouco tempo, alguns casos 15 ou 20 anos. Na minha opinião, uma empresa que tenha se tornado grande, tenha aberto seu capital na bolsa de valores num prazo de 15 anos da sua fundação, deve ser considerado um exemplo de sucesso em pouco tempo.

Estas empresas criaram muitos milionários e em alguns casos verdadeiros bilionários brasileiros. Talvez não sejam exatamente startups como nos casos de Google e Facebook, mas certamente são bons exemplos que deveriam motivar jovens a serem mais empreendedores.

Então, qual é a hora certa de empreender, hoje ou amanhã? Sempre empreenda hoje, mesmo que empreender seja pensar e pesquisar. Não passe a vida inteira pensando em empreender e se tornando um “escravo” da sua carreira.

Foto alusiva ao Coelho Branco de “Alice no país das maravilhas”: BrickBritt/Flickr