O pessoal da Mobly, que faz um e-commerce de itens relacionados a móveis e decoração, está cheio de novidades este ano. Depois de anunciar a criação de um programa de trainee, a startup que tem pouco mais de um ano de vida divulga que recebeu um aporte de US$ 10 milhões do grupo venezuelano Cisneros. A ideia é que esse dinheiro possa acelerar o crescimento da companhia.

Segundo comunicado divulgado, o novo aporte será destinado à expansão da plataforma e à ampliação da linha de produtos, além da contratação de profissionais, ações de marketing e novos projetos. Conversei com o pessoal da Mobly quando eles anunciaram seu programa de trainee, saiba mais aqui.

“Esta aquisição faz parte do nosso compromisso de diversificar e fortalecer nossa rede de negócios digitais nas áreas de e-commerce e publicidade digital”, afirma Adriana Cisneros de Griffin, Vice-Presidente e Diretora de Estratégia do Grupo Cisneros, segundo o comunicado. “A Mobly está preparada para expandir as vendas de móveis e decoração e ampliar seu domínio na América Latina porque oferece produtos e serviço de alta qualidade ao cliente, reconhecidos por sua excelência”, diz. O grupo venezuelano trabalha na área de telecomunicações e tem operação em mais de 30 países.

Dados divulgados pela própria Mobly dão conta de que a companhia já tem mais de 45 mil produtos disponíveis e passou a marca de 300 mil produtos vendidos. Dividem a presidência da companhia os sócios Victor Noda, Marcelo Marques e Mario Fernandes.

Com o novo aporte, o grupo Cisneros se junta aos outros investidores da Mobly, grupo que inclui a Rocket Internet, o JP Morgan e o fundo sueco Kinnevik.