Entusiasta de economia colaborativa e empreendedorismo social, o fundador da Engage Tomás de Lara, foi escolhido para participar do encontro anual do Global Shapers Summit, do Fórum Econômico Mundial, na Suíça.

Hoje ele embarca com destino a Genebra para uma semana de reuniões com 59 participantes de outros cantos do planeta.

O Global Shapers é um projeto do Fórum Econômico Mundial para incentivar iniciativas de empreendedorismo social em todo o mundo. Basicamente, a intenção é de acelerar negócios que possuam valor além do financeiro: ou seja, também gerem valor compartilhado, seja para uma região, um bairro ou uma comunidade, ajudando a resolver problemas dessas áreas. “Eles perceberam que uma das maneiras mais eficientes de melhorar o mundo é fomentar o empreendedorismo social regional e localmente”, destaca Tomás.

Serão discussões para integrar todos, como coloca o empreendedor: “é para o pessoal entender os problemas do Brasil e eu entender os da África, por exemplo. Muitas soluções para problemas locais de diversos tipos saem de trocas como estas. Vamos ter palestras também sobre como funcionam os órgãos de investimento em negócios deste tipo, conhecer investidores”, coloca. Ele vai conhecer também diretores e fundadores do Fórum Econômico Mundial, empreendedores e presidentes de ONGs internacionais. “É como se fossem canais. Assim, os integrantes do Fórum Econômico Mundial veem o que  acontece e podem cruzar projetos, pessoas…”, ressalta.

O Global Shapers atua criando hubs (locais de encontro para pessoas com estes fins) em vários locais do mundo – hoje existem 170, em diversas cidades de todos os continentes. É a partir desses hubs, compostos por até 50 pessoas, que são fomentados esses projetos locais. Tomás foi selecionado para criar o hub de Porto Alegre, o segundo do Brasil (o primeiro é em São Paulo).

Um dos objetivos do empreendedor, inclusive, é levar e discutir os objetivos do hub gaúcho e apresentar projetos de cultura colaborativa como o catarse.me, buscando inspirações, ideias e contatos para trabalhar os problemas daqui. Os primeiros passos do Hub de Porto Alegre envolvem reunir um número mínimo de dez integrantes, para, então, estabelecer um projeto de alto impacto social focado aqui até o final do ano.

Clique para entender a importância da Rede de Conselhos sobre a Agenda Global, incentivada pelo Fórum Econômico Mundial

 

 

Vídeo com depoimentos dos Global Shapers de Nova York:

Vídeo com depoimentos dos Global Shapers de Londres: