A Atlz, rede social de recrutamento voltada especialmente para universitários e recém-formados do Brasil, chega ao mercado com o objetivo de democratizar o acesso às informações relacionadas à carreira e trazer oportunidades profissionais para jovens talentos.

O site já atua há dois meses em formato beta, com mais de 10 mil cadastros, e em médio prazo busca conectar empresas de todos os portes e 6 milhões de alunos universitários no País.

De acordo com a pesquisa do CEO Study, realizada em 2011 com 1,5 mil empresas, de 33 setores em 60 países, a falta de mão de obra especializada é o maior problema encontrado por 71% dos presidentes de empresas no Brasil. A porcentagem fica bem acima da média mundial, de 58%.“O mercado global de recrutamento movimenta 400 bilhões de dólares, e a tendência é que a indústria fique ainda mais aquecida. Com bilhões investidos anualmente em novos projetos no País, cada vez mais será necessário talento com competências específicas para executá-los. Não resta dúvida de que o maior gargalo do potencial econômico do Brasil seja capital humano”, afirma Paula Guedes, fundadora e CEO da Atlz.

A ideia é que através da Atlz, o processo seletivo para contratações seja mais dinâmico, interessante e instrutivo para ambas as partes. As funcionalidades da rede social são gratuitas, tanto para o candidato quanto para as empresas. Com sede no Rio de Janeiro, a Atlz conta com investimento próprio (bootstrapping). “Estudos comprovam que com empresas e candidatos melhor informados, a probabilidade de satisfação e alta produtividade no trabalho são significativamente maiores. É esse o fenômeno que queremos proporcionar em grande escala”, conclui Guedes.

Para o cadastramento de empresas a Atlz disponibiliza o e-mail: rh@atlz.com.br

Sobre a Atlz

Fundada em dezembro de 2011, a Atlz é uma rede social profissional voltada para orientação e colocação de universitários e recém-formados no mercado brasileiro. Através da rede social, o candidato pode manter-se atualizado, conhecer mais sobre as empresas, tirar dúvidas e candidatar-se a vagas. As funcionalidades oferecidas pela Atlz são gratuitas e a empresa possui investimento próprio.

Sobre a Fundadora e CEO

Paula Guedes é responsável pela gestão geral e de desenvolvimento de produtos da Atlz, startup de TI focada em plataformas 2.0 para a alocação de talentos. Faz parte também do ILRIO, Instituto de Liderança do Rio, que em conjunto com a Comissão de Fullbright no Brasil, recruta e concede bolsas de estudo no exterior a estudantes brasileiros de escolas públicas. Viveu 11 anos nos Estados Unidos e trabalhou em fusões e acquisições em empresas como Morgan Stanley e Citigroup, em Nova York. Formada na Marshall School of Business, da University of Southern California, possui um MBA em Finanças, Estratégia e Empreendedorismo pela Wharton School of Business. Contribuiu para o manuscrito do livro “Introdução à Economia e Matemática dos Mercados Financeiros”, publicado em 2003. Sua primeira ação como empreendedora de tecnologia foi em 2003, quando co-fundou um site focado em informação sobre a comunidade local de sua universidade, divulgando fotos, eventos e descontos para os alunos da USC.