No dia 29 de março, Cassio Spina, empreendedor e investidor criador da entidade Anjos do Brasil vai estar em Brasília para explicar sobre a relação entre empreendedores e investidores-anjo (que é tema do seu livro) e para lançar um núcleo regional.

Mas, o que a Anjos faz e já fez? E por que um núcleo no Distrito Federal? Entenda um pouco mais nesta entrevista exclusiva e no relatório de atividades de 2011.


Há quanto tempo a Anjos do Brasil está funcionando?
A Anjos do Brasil foi fundada em Julho/2011, ou seja, temos 9 meses.

O que aconteceu neste período? 

A evolução da Anjos do Brasil foi mais rápida do que esperávamos, em grande parte pelo apoio dos parceiros e pela demanda de empreendedores e investidores, assim, já efetivamos diversos eventos tanto para empreendedores quanto investidores. Vide apresentação em anexo para maiores detalhes.

 Mais angels se associaram? De onde são?

Sim, temos recebido diversas inscrições de todo Brasil, daí a proposta de se formarem Núcleos Regionais aonde não existam redes locais de investidores-anjo, para que estes possam compartilhar oportunidades, conhecimentos e experiências.

Empreendedores vem procurando ajuda?

Sim, recebemos muitas solicitações de empreendedores solicitando orientação sobre investimento-anjo, tanto que criamos um Grupo Colaborativo em http://www.anjosdobrasil.net/grupo-colaborativo.html , composto de empreendedores e investidores, que se dispõem a responder as questões compartilhando com toda comunidade.

O livro fazia parte da estratégia inicial ou foi algo que surgiu?

Foi algo que surgiu em paralelo, pois é mais um ferramenta para disseminação de conhecimento sobre investimento-anjo, assim, ele vem a complementar as ações da Anjos do Brasil, dando o embasamento necessário tanto para empreendedores quanto investidores em como obter/fazer investimento-anjo.

Como está a distribuição do livro?

Já temos o livro disponível em diversas livrarias, como Cultura, Livraria da Folha, Saraiva, etc.

A abertura de núcleos regionais estava prevista? Por que DF primeiro?

Sim, ele faz parte da missão da Anjos do Brasil no sentido de fomentar o desenvolvimento do investimento-anjo, pois é fundamental que investidor esteja próximo ao empreendedor e ao mesmo tempo tenha colegas tanto para fazer co-investimento quanto trocar conhecimentos e experiência. A criação de cada Núcleo depende sempre de termos um líder local para coordenar este processo e no caso do DF, temos o Carlos Augusto Ferraz da Polaris Investimentos, que está fazendo.