Na reta final, o programa oferece mais duas bolsas de 100%, sendo uma para times com projetos inovadores e outra para desenvolvedores individuais. Ainda estão abertas inscrições para 6 startups que querem ser patrocinadas pelo Peixe Urbano e pelo Moip.

Desde a abertura de inscrições do Programa Startup Farm no Rio de Janeiro, a organização recebeu muitos pedidos de startups interessadas em participar do programa. Como nem todos encaixam no perfil exigido pelos patrocinadores Peixe Urbano e Moip e elas não podiam financiar sua participação no programa por estarem em fase inicial. A mesma demanda surgiu por parte dos desenvolvedores, chave para o desenvolvimento de um projeto.

“Para atender essa demanda e com o objetivo de incentivar bons projetos e bons profissionais, o Startup Farm lança hoje 1 bolsa para times de startups com ideias inovadoras e 1 bolsa para desenvolvedores para a edição do Rio de Janeiro!”, anuncia Felipe Matos, fundador do Startup Farm. Além destas, o programa já oferecia 6 bolsas patrocinadas para times, sendo 5 pelo Peixe Urbano e uma pelo Moip.

Saldo da edição anterior, em São Paulo:

  • 51 participantes
  • 18 startups
  • 28 mentores
  • 3 novas sociedades formadas
  • 5 pedidos de demissão (empreendedoras que saíram de seus antigos empregos para entrar de cabeça em seus novos negócios, durante o programa)
  • Pelo menos 1 aquisição e 1 processo de investimento em estágios avançados de negociação e mais alguns em conversa inicial (espero poder divulgar as operações em breve!)
  • Incalculáveis pivots e parcerias de negócio