Há poucas semanas, parte do Brasil se agitou em torno do hype criado pelo lançamento de uma nova interface do Orkut (a rede social do Google, agora também disponível para celular via Android), disponibilizada apenas mediante convite. Amanhã, a rede social argentina Sonico lança uma interface especial para usuários brasileiros (o maior público usuário), após ter lançado um aplicativo para iPhone e anunciado um gerente em São Paulo para cuidar das primeiras operações fora do país sede. O Facebook está na reta final de anunciar os vencedores do desafio de aplicativos lançado na visita do fundador Mark Zuckerberg ao Brasil.

E a concorrência não pára por aí. Há redes sociais segmentadas para diversos interesses, todas buscando se estabelecer por meio da preferência dos usuários. Sem falar no Twitter, que, mesmo tendo contatos assimétricos (você não precisa seguir quem segue você), vem sendo considerado uma rede social – e também anunciou novidades para o Brasil.

A mensagem é clara: envolver usuários é receber atenção e se posicionar no mercado. Além de proporcionar valor ao próprio sistema, as redes sociais e seus aplicativos envolvem também desenvolvedores e empresas (tanto as de tecnologia, como as de mídia, as de comércio e as de produtos e serviços).

Emmanuel Evita, do Google, demonstra nova interface do Orkut:

Tela do Sonico para iPhone (veja mais).

Veja vídeo do lançamento do novo Orkut.
Ouça o lançamento do novo Orkut: parte 1 e parte 2.
Veja fotos do lançamento do novo Orkut aqui.
O que andam falando no Twitter sobre o novo Orkut.
Mais sobre aplicativos de iPhone no Startupi aqui.