O Rapiddo, serviço on-demand de entregas rápidas que conecta o cliente diretamente ao entregador mais próximo, e uma das empresas que integram o portfólio da Movile, acaba de anunciar a fusão com a startup 99Motos, que também atua no segmento de serviços rápidos. Com a negociação, o Rapiddo passa a liderar o mercado.

A partir de agora, a 99Motos será incorporada à marca Rapiddo, e, juntas, devem ultrapassar 150 mil entregas por mês, somando as operações no Brasil e na Colômbia. A previsão é que este número triplique até o fim do ano, chegando a 450.000 entregas mensais.

O Rapiddo, que cresce 30% ao mês desde que foi lançado, em 2014, atua no mercado de aplicativos focados em entregas por meio de motos, bicicletas e vans, atendendo a uma grande variedade de empresas que necessitam de soluções de logística no mesmo dia, como e-commerces, delivery, medicamentos e documentos, além de usuário pessoa física. “Após a expansão de setores como o de táxi, transporte privado e delivery de comida, esperamos que o próximo mercado a crescer seja o de aplicativos de entregas rápidas, pois o segmento já movimenta cerca de R$ 20 bilhões no Brasil e R$ 30 bilhões em toda a América Latina. Esperamos que este mercado mova-se rapidamente e que consigamos otimizar ainda mais as entregas, reduzindo custos e melhorando a experiência de nossos clientes”, afirma Guilherme Bonifácio (foto), CEO e fundador do Rapiddo.

Atualmente a empresa conta com mais de 2.500 entregadores no Brasil e tem a maior cobertura do país, com presença nas principais metrópoles, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Curitiba; além da atuação na Colômbia com a plataforma Mensajeros Urbanos, na qual investiu recentemente e que lidera o segmento no país. Entre seus clientes estão Banco Itaú, Flores Online, Hospital Albert Einstein, iFood, Cheftime, entre  outros.

O investimento na 99Motos reforça a posição da Movile como a empresa que mais investe no mercado on-demand – transações que começam no meio virtual e terminam em um produto ou serviço no mundo físico – e a importância do Rapiddo em seu portfólio. Segundo Fabricio Bloisi, CEO e fundador da Movile, a ideia é manter a companhia sempre à frente das tendências apontadas pelo mercado de O2O, não apenas na América Latina, mas também globalmente. “Temos metas agressivas e recursos para seguir neste caminho. Até 2020 nosso objetivo é tornar melhor a vida de 1 bilhão de pessoas através de nossos aplicativos e esta fusão vai nos ajudar consideravelmente a conquistar tal objetivo”, completa.