Ele era um aluno nota 7,5 e muito afoito, mas desde que foi alfabetizado habituou-se a ler. Virou monitor e até professor de outras turmas na escola. “Aos 20 anos de idade, tinha certeza que minha vida seria uma mistura de livros, tecnologia e cinema. E me dediquei a vida toda a isso”, contou,  já nos seus 60 anos de idade, em entrevista ao programa Man in the Arena (que passou a ser publicado aqui no Startupi). Assista.

Jack quem?

Jack London utilizou o primeiro computador do Rio de Janeiro para realizar um trabalho de economia, inseriu-se de vez no meio tecnológico e aprendeu sobre a força da obsolescência. Em 1995, criou no Brasil a loja virtual de livros BookNet e a vendeu em 1999, apenas 48 horas depois de ter conhecido uma pessoa que tinha o interesse de comprá-la. A loja de livros logo foi rebatizada como Submarino pelos novos donos. Ele também criou o primeiro site de ingressos do Brasil, o TIX, que foi vendido quatro anos depois.

“Eu conto esta história desta maneira porque acho que vocês tem que ter toda percepção e todo cuidado com o estudo, com a educação e com o planejamento, mas jamais tirar da perspectiva de vocês a ideia do acaso, da oportunidade, do momento que aparece – e estes momentos são raros na vida”, falou durante a entrevista. “Recomendo a vocês o livro ‘O andar do bêbado’, que já tem uns 10 anos mas é excepcional. Ele mostra como a economia do mundo anda como um bêbado, as empresas andam como um bêbado”, indicou.

Jack foi o primeiro Presidente da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico. Professor convidado da Coppead, da FGV, do ITA e da ECEME, já pronunciou mais de 1.200 palestras no Brasil e no exterior, notadamente nas Universidades de Michigan, Warthon e Columbia. Representou o Brasil em diversos fóruns internacionais ligados à Tecnologia e Comunicações. Foi membro do grupo de trabalho que deu origem à atual ANATEL.

Foi conselheiro de diversas empresas brasileiras na área de Internet e foi Embaixador (Ambassador) do Google no Brasil durante os anos de 2006 e 2007. Foi Presidente do Conselho Consultivo da IdeiasNet (onde ainda é sócio), holding de investimentos na área da Internet. É consultor de projetos da CNDL, Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas. Através da empresa JIX Comunicações opera na área de digitalização e streaming de conteúdos e imagens.