Durante seu Summit Global que está sendo realizado esta semana em Huntington Beach, Califórnia, a Intel Capital anunciou diversos novos investimentos em regiões estratégicas para a empresa, incluindo um aporte na empresa brasileira de pagamentos PagPop.

Especializada em leitores de cartões para telefones celulares com sistema Android ou iOS, a PagPop busca facilitar a inclusão socioeconômica de profissionais liberais e pequenos comerciantes ao permitir que estes aceitem pagamento via cartão de crédito, usando apenas seus telefones.

Com quatro anos de mercado, a PagPop foi fundada como Vitalcred, inicialmente focada em atender a área da saúde. A empresa participou da primeira leva de mentoria e capacitação da aceleradora 21212, no Rio de Janeiro. Atualmente, a empresa ampliou seu foco e visa atender profissionais liberais e autônomos em todas as regiões do país.

A mobilidade de pagamento é o grande diferencial da tecnologia da empresa, que permite que taxistas, prestadores de serviços da construção, cabeleireiros, manicures, revendedoras de cosméticos e roupas, entre diversos outros profissionais, possam facilitar pagamentos para aumentar a lucratividade de seus pequenos negócios. A utilização do serviço está vinculada a um cadastro que requer dados de pessoa física.

A PagPop utiliza um dispositivo que transforma o celular em uma máquina de pagamento via cartões de crédito. A novidade do sistema permite que o profissional também o utilize através de um computador ou telefone fixo, caso não disponha de um aparelho smartphone. O dispositivo permite que o credenciado aceite cartões de todas as bandeiras e ainda concede ao cliente o conforto de parcelar suas compras em até 12 vezes sem juros.

O investimento permitirá à empresa aproveitar o atual momento econômico do Brasil para crescer em grande velocidade – estima-se que cerca de 20 milhões de pequenos negócios ou profissionais liberais atualmente não trabalham com cartão de crédito e poderiam ser beneficiados pela tecnologia de pagamentos da PagPop. A companhia também pretende investir em tecnologia e servidores para processar o crescente volume de transações financeiras realizadas pelo sistema da companhia.

“A PagPop está extremamente feliz e honrada com o aporte da Intel Capital.  Este investimento nos ajudará a investir em novas tecnologias e aumentar nossa equipe a fim de elevar ainda mais a qualidade de nossos serviços para o benefício de todos os milhões de profissionais liberais e autônomos do Brasil, que merecem uma solução democrática de meios de pagamentos”, disse Márcio Campos, CEO da PagPop.

Para a Intel Capital, o aporte na PagPop está alinhado com os objetivos globais da Intel de beneficiar a vida de todas as pessoas no planeta na próxima década. “A PagPop está usando tecnologia de ponta para realizar inclusão socioeconômica, aumentando as opções de meio de pagamentos para milhões de pequenos comerciantes ou profissionais autônomos”, explica David Thomas, diretor geral da Intel Capital para a América Latina. “Esse tipo de tecnologia é extremamente importante para o Brasil, que passa por um bom momento econômico, a ascensão de uma nova classe C. Vemos enorme potencial nesta área para os próximos anos”, completou o executivo.

David Thomas é Diretor Executivo da Intel Capital para a América Latina. A Intel Capital possui um intenso histórico de atuação na região, com presença local desde 1999. Já investiu aproximadamente $300 milhões de reais em torno de 44 empresas na América Latina, sendo que aproximadamente R$170 milhões de reais no Brasil em 28 empresas. Nos últimos doze meses, a Intel Capital anunciou sete novos investimentos, seis no Brasil, incluindo a PagPop, anunciada hoje.