Criada em Nova York, a equipe Lean Startup Machine, que já tem 30 pessoas, viaja pelo mundo realizando workshops (os únicos recomendados por Eric Ries, autor de “Lean Startup”, que participa virtualmente) baseados na validação de premissas, hipóteses de negócio. “Fazemos isso para que as pessoas não percam tempo construindo coisas que os outros não querem”, justificam.

Tive a oportunidade de ser mentor na oficina que eles realizaram em agosto em São Paulo e pude ver muitas equipes usarem a ferramenta “validation board” e realmente questionarem a si mesmos e ouvirem histórias de possíveis clientes para confirmarem ou negarem suas hipóteses.

Agora, a ferramenta está disponível para todos, via web.

Um vídeo apresenta o passo-a-passo da ferramenta, que na verdade é bastante didática e auto-explicativa – pois serve para mapear em que ponto de validação está sua ideia. Esta ferramenta não substitui nem equivale ao business model canvas, mas, na minha opinião, pode ser usada após você imaginar como seria seu modelo de negócio (para então validar, antes mesmo de construi-lo, o que pode ser verificado cedo).

Conheça casos de uso e baixe a sua validation board em leanstartupmachine.com/validationboard.