Um dos emails mais interessantes que recebemos ultimamente veio esta noite, em forma de um manifesto quase poético do Diretor do Cietec (provavelmente a maior incubadora tecnológica do Brasil) desde sua fundação em 1997, Sérgio Risola.

Com suas habilidades de técnico, gestor e ainda empreendedor, o personalíssimo Risola compartilha sua visão sobre como o movimento empreendedor brasileiro pode se promover. Consideramos interessante e ele concordou em publicarmos como artigo. Segue.

“O Alexandre Hohagen (vice-presidente do Facebook para a América Latina) escreveu uma coluna na Folha de São Paulo por ocasião do Campus Party em Recife. Quando li o título “Mangue Geek”  remeti-me para: o mundo todo quer ter seu Silicon Valley –  ok, entendemos isso e também queremos o nosso! Mas Nova York já chama o seu de Silicon Alley, ou Beco do Silício; Londres chama o seu de Roundabout Valley, ou Vale da Rotatória.

Minha proposta: que tal começarmos a chamar o Brasil ou o Cietec (rsrsrs) de Silicon Jungle? Já que por todos cantos do mundo somos lembrados (além do samba, do futebol e das nossas bonitas mulheres) também pelas nossas florestas e pela riquíssima fauna e flora que temos na maior reserva mundial de oxigênio – ou como vimos sendo conhecidos: “o pulmão do mundo”, etc. Acho que Jungle passará a ser visto como positivo pelos quatro cantos do mundo – ops, será que  o mundo tem só quatro cantos?  :)

Vale recordar: há até poucos anos, quando dizíamos que tal produto era produzido pelos Tigres Asiáticos percebia-se alguma rejeição; hoje não mais. Dizer que é Tigre Asiático dá orgulho para quem diz.

Que tal? Agora acorda e me diz!
Um abraço do Sérgio Risola”

Imagem: Cifor (Flickr).