Os irmãos Samwer (kaisers do e-commerce na Alemanha em plena expansão pelo mundo emergente) e seus co-investidores na incubadora particular Rocket Internet já tinham motivos para estarem felizes com o andamento do varejista online de calçados e acessórios Dafiti, mesmo tendo sua participação diluída com a entrada de novos investidores neste negócio.

Ontem, foi revelado que o banco norte-americano JP Morgan comprou participação minoritária no site de vendas por Quarenta e Cinco Milhões de Dólares. Dinheiro maiúsculo e com pedigree.

É, parece mesmo que este tal de e-commerce virou moda (digo isso porque ainda tem gente descrente ou perguntando se a tendência vai “pegar”). E que a Oktoberfest (a típica “festa da colheita” alemã, que acontece em outubro) começa mais cedo este ano para alguns, e mais tarde para outros, que estarão empoderados para levar a blitzclick (ou seria bitskrieg?!) para outros países latinos.

Para quem não entendeu o jogo de palavras, refiro-me ao email interno (que vazou) em que Oliver Samwer classifica sua estratégia de expansão como uma blitzkrieg e critica seus funcionários em outros países que não conseguem ter tão bom desempenho quanto os brasileiros e alemães. A gente sabe que é maneira de expressar, por isso mesmo a gente entrou com os trocadilhos.

Realmente terão de marchar com Pé Grande para achar ouro. Gastar sola de sapato com força, sabe, imaginando a velocidade de uma Autobahn (auto-estradas alemãs sem limite de velocidade) movida a pressão. Quero dizer que o Brasil demorou um bom tempo para ter uma base grande de consumidores no comércio eletrônico; outros países latinos grandes em que eles querem faturar, como o Chile, podem até ser grandes, e populosos como o México, mas vai ser difícil prosperar como no Brasil – só se adaptando a condições extremas, como o Pé Grande – e será que eles entregam sapato para este tipo de pé?

O iG Economia publicou outras coisas sobre isso.

O grupo Terrible Inc produziu uma música cuja letra contém frases do email polêmico. Clique no play: