Da série de comentários sobre leituras recomendadas: leituras estrangeiras, que considero fundamentais, comentadas em português.

Tem ranking de exits; Estados Unidos aprendendo com Brasil e Chile; evento de e-commerce do Google; big bang x darwinismo em startups; como fundar/empacotar/vender.

A imagem acima cita uma frase do cineasta serial Jean-Luc Godard que, em livre adaptação, significa: “não importa de onde você pega as coisas, mas para onde você as leva”. Não lembro direito de onde peguei a imagem, mas acho que era do post de uma mulher. Em todo caso, trago-a para outro contexto.

Falando em mulher: a impagável Arianna Huffington explica por que os Estados Unidos deveriam fazer – como o Brasil e o Chile, substituir o Sonho Americano pelo “Sonho Sul-Americano”, que vem dando mais certo.

Pra quem quiser construir startups consistentes

Saiba que, mesmo com a facilidade crescente de se iniciar projetos na web, o nível de qualidade mínima para a sua startup subiu (é o que nosso colunista Pedro Sorrentino argumenta no vídeo). Dá uma olhada na lista de leituras recomendas sobre como fundar uma startup, compilada por Tom Eisenmann, professor na Harvard Business School. Pode apostar que vale cada frase.

Ou ainda, assista esse painel “Conheça os fundadores”, gravado no Google Ecommerce Summit, e ouça o que contam sobre como é fundar uma startup, em sociedade. Leia mesmo, converse muito com pessoas do mercado e de fora do mercado, experimente um modelo, valide-o com usuários e clientes, mude o que for necessário, vá atrás dos recursos. Não se esqueça que startup é uma fase de extrema incerteza, mas que tudo muda.

Aliás, existe uma comparação adaptada para o marketing de startups, avaliando como seria uma abordagem de Big Bang e outra Darwiniana. Tire suas próprias conclusões – a mim, parece bem evidente qual parece mais válida e preferencial.

Depois, aproveite a lista dos 120 melhores posts sobre startups que foram publicados em 2010 e raciocine sobre a lista de quem comprou mais startups em 2010.