Hoje foi lançada (em um evento com ampla programação) uma nova edição da revista ResultsON – Negócios inteligentes, especial sobre Geração Y e contendo uma coluna do Startupi. Publicamos a opinião de alguns leitores, mas em alguns casos coube apenas um trecho.

Confira aqui na íntegra o depoimento de Marcelo Cazado, investidor e diretor do Floripa Angels.

“A chamada geração Y (jovens na faixa de 18 a 30 anos) está buscando mais qualidade de vida, autonomia, e independência. O modelo antigo de carreira em grandes empresas por 30 anos, ou de um seguro cargo público, tende a ser deixado para trás aos poucos, à medida que canais simples e claros, de acesso a crédito e suporte à gestão sejam colocados à disposição desses jovens. Nesse momento a figura dos business angels, passa a ser fundamental, e por isso apostamos nesta tendência de mercado, e de modelo de vida principalmente no setor de tecnologia, sistemas digitais e internet.

Esta geração busca “significado” em sua atividade profissional e encara com naturalidade o fato de permanecer menos tempo em determinada função ou empresa, tendo a possibilidade de acumular diferentes experiências profissionais ao longo de sua carreira. Se estas características já são notáveis na maior parte dos jovens da nova geração, nos empreendedores então elas tornam-se ainda mais evidentes. O empreendedor por si só, e independente de sua geração, busca o desafio, tem brilho nos olhos e vontade de vencer. ɉ este o profissional que queremos ter como parceiro, independente da função que ele exercerá na empresa investida. Estamos treinando jovens “on-the-job” para que possam, no futuro, tocar as empresas investidas pela Floripa Angels. Este é o nosso sonho!

Pelo seu caráter independente, o empreendedor Y pode, por vezes, assumir responsabilidades desvinculadas de sua experiência e capacidade. Neste momento, precisamos lembrá-lo que os investidores possuem uma bagagem no mundo dos negócios extremamente poderosa. E principalmente que um negócio de sucesso vai muito além de um site ou uma plataforma bem construída. Este viés tecnológico, de fato, encanta e mesmo alguns investidores tendem a reverenciar a tecnologia. No entanto, o “pulo do gato” reside principalmente nas atividades comerciais, de marketing e de desenvolvimento de novos negócios. ɉ aqui principalmente que a geração Y em geral “trava” e onde investidores e profissionais mais experientes fazem a diferença.

Enquanto os empreendedores exibem o poder da criatividade, os investidores são bastante estruturados, reforçam a importância da busca por metas, ressaltam a capacidade execução, da humildade para compartilhar opiniões e da disciplina como filosofia de trabalho. Este mix de gerações, quando bem dosado, é o que pode fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso de um negócio inovador. E vale lembrar, o verdadeiro empreendedor jamais desiste!”

Confira também outro depoimento de Marcelo Cazado, sobre investidores anjos.
Siga a ResultsON no Twitter.