Na primeira segunda-feira deste ano foi lançada uma nova loja virtual chamada Ninui. Conversei com a Karina Rehavia, uma das sócias fundadoras da loja para tentar entender um pouco mais do seu negócio. A Ninui trabalha nichos de mercado e explora produtos feitos à mão e brechó. Futuramente deve lançar uma seção dedicada a hobbies. Mais fácil entender essas áreas visitando a loja.

A Karina me relatou que sempre foi interessada em produtos feitos à mão e em brechós. Ao procurar por algo do tipo na web não encontrou nada e daí veio a ideia de desenvolver a Ninui.

Todo mundo que leu o livro da cauda longa lembra que explorar os mercados de nicho muitas vezes dá resultados tão bons quanto explorar os hits de vendas. Essa explicação foi feita com base na Amazon e, conversando com empresas brasileiras que atuam na cauda longa descobri que a informação procede.

A loja virtual explora exatamente a cauda longa. Seus vendedores colocam na prateleira infinita virtual seus produtos feitos à mão ou antigos que a web ajuda a potencializar as possibilidades de alguém em algum lugar estar procurando exatamente por aquilo. Cada vendedor que se cadastra ganha sua própria loja na Ninui.

A Niniu surgiu das mãos de da própria Karina e mais um sócio e todo foi concebido com 100% de investimento próprio. Descobri essa loja virtual em uma declaração do Mackeenzy, um dos organizadores do CP Labs que citou a Ninui como uma das startups empreendedoras a se submeterem à sabatina com investidores.

Aliás a Karina se mostrou muito animada em relação ao CP Labs:

Para nós é uma excelente oportunidade estar no maior encontro mundial de internet. Mais ainda em uma área onde o foco das atividades é o empreendedorismo. Esperamos sim encontrar possíveis parceiros e investidores. Nenhum lugar poderia ser mais indicado para isso.

Nos vemos lá então!