Com a chegada das eleições presidenciais, as fake news voltam a fazer parte do dia a dia de todo cidadão, e o cuidado com as informações deve ser redobrado. Pensando nisso, o Supremo Tribunal Federal (STF) acaba de firmar uma parceria com o WhatsApp e a Robbu — startup focada em soluções de atendimento digital omnichannel – para implementar atendimento digital por um canal oficial de mensagem via chatbot no WhatsApp

Este projeto integra o Programa de Combate à Desinformação criado em agosto de 2021 que prevê medidas educativas e a difusão de informações oficiais e confiáveis sobre a Justiça. A iniciativa com as empresas vai apoiar o STF em ações de esclarecimento sobre as competências do órgão, fortalecendo o conhecimento e a confiança dos brasileiros no trabalho realizado pela instituição. Disponível no número +55 61 3217-3003 ou por este link, o canal trará acesso a serviços, informações institucionais e notícias relevantes sobre a atuação do tribunal.

“A conta oficial do STF no WhatsApp traz serviços muito procurados, diretamente para o aplicativo, com a facilidade que estamos acostumados. A parceria com o Supremo Tribunal Federal é muito significativa para o WhatsApp, pois representa um marco nas cooperações do aplicativo com as instituições brasileiras. Com essa iniciativa, reforçamos uma premissa para a companhia que é incentivar o acesso a informações confiáveis, na palma da mão de pessoas em todo o país” aponta Dario Durigan, Diretor de Políticas Públicas para o WhatsApp no Brasil.

Como funciona

A conta oficial do STF no WhatsApp vai funcionar como um assistente virtual que traz acesso facilitado a outras ferramentas já disponíveis no portal do STF, como consulta processual e de jurisprudência, além de informações institucionais confiáveis para combater a disseminação de notícias falsas. A iniciativa deve impactar até 100 mil pessoas diariamente (acesso médio diário ao site do tribunal) e visa atender aos cidadãos, estudantes, jornalistas e aos profissionais da advocacia que se informam pelo site do tribunal e interagem pelos seus canais digitais, como a Central do Cidadão.

Uma das principais funcionalidades será a opção de receber mensagens automáticas direto no aplicativo de mensagens com notificações de qualquer novidade no andamento de processos em trâmite no Supremo.