A Oracle anunciou que todas as aprovações necessárias foram obtidas para sua proposta de aquisição da Cerner, incluindo a autorização da Comissão Europeia. A Cerner é uma fornecedora de sistemas de informação digital usados ​​em hospitais e sistemas de saúde para permitir que profissionais médicos ofereçam melhores cuidados de saúde a pacientes e comunidades individuais e será comprada por aproximadamente US$ 28,3 bilhões.

Em sua última publicação, a empresa esperava concluir a oferta pública no dia 6 de junho, mas ainda não se pronunciou sobre a compra. A conclusão da oferta pública permanece sujeita às condições descritas na declaração da oferta pública proposta na Programação TO apresentada pela Oracle junto à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA em 19 de janeiro de 2022, incluindo seus aditamentos e alterações.

“Trabalhando em conjunto, a Cerner e a Oracle, têm a capacidade de transformar a assistência em saúde, fornecendo aos profissionais da área sistemas de informação em saúde de última geração”, afirma Larry Ellison, Presidente do Conselho e Diretor de Tecnologia, Oracle. “Informações mais precisas permitem tomar melhores decisões de tratamento, resultando no melhor resultado possível para o paciente. Os nossos novos sistemas são projetados para reduzir a carga de trabalho administrativo que ficam a cargo dos nossos profissionais em saúde. Enquanto isso, os sistemas também aumentam a privacidade do paciente, reduzindo os custos gerais com saúde”.

Segundo a empresa, o Oracle Autonomous Database, as ferramentas de desenvolvimento de baixo código APEX e a interface de usuário por voz vão modernizar os sistemas da Cerner e migrá-los para a infraestrutura da Oracle. O que irá mudar é a interfase de usuários, que poderão usar os sistemas da Cerner com praticidade.

“Juntar-se à Oracle como uma unidade de negócios dedicada do setor fornece uma oportunidade sem precedentes para acelerar nosso trabalho de modernização de registros eletrônicos de saúde, melhorando a experiência do cuidador e permitindo um atendimento ao paciente mais conectado, de alta qualidade e eficiente”, diz David Feinberg, presidente e diretor executivo da Cerner.