O SEBRAE/CE está em busca de pessoas com ideias inovadoras ou startups já operantes do Ceará para serem impulsionadas com educação empreendedora especializada e concorrerem a premiações em dinheiro que totalizam R$ 1.560 milhão.

As bolsas financeiras são o grande diferencial da nova edição do programa StartupCE powered by StartupNE – Ciclo 2022, realizado pelo Sebrae/CE. As inscrições estão abertas e ocorrem até o dia 26 de junho. Podem participar pessoas físicas ou jurídicas situadas no Ceará que tenham uma ideia inovadora para ser transformada em negócio ou tenham startups já operantes em fase de crescimento.

Todos os participantes selecionados terão acesso a workshops temáticos com especialistas de todo país, mentorias coletivas e individuais, conteúdo via plataforma e suporte via mentor virtual. O programa acontecerá de forma híbrida.

Na primeira fase serão selecionadas 200 startups ou ideias inovadoras. Deste total, 100 serão aprovadas para a etapa de aceleração. Na última etapa acontece o DemoDay, em que especialistas do ecossistema de inovação vão compor uma banca avaliadora e escolher 20 finalistas para receber o prêmio de R$ 39 mil a R$ 78 mil.

Bárbara Caravalho, CMO da GoGamers, startup especializada no mercado de games e gamificação que já participou da edição anterior do StartupCE e se inscreveu novamente para este ciclo, afirma  que o programa “ajudará startups com boas ideias a melhorar o processo de ideação e validação e, para nós é uma oportunidade de ter agilidade nas ações de melhorias, identificar os erros e promover ações de crescimento. Participar do StartupCE nos traz visibilidade e nos indica que, além do grande potencial de negócio, estamos no caminho certo na jornada de startups de sucesso”.

Denise Barroso, co-fundadora da PliQ, plataforma de Customer Experience que também se inscreveu para o novo ciclo do programa, comenta que “o StartupCE foi tão bom que a gente decidiu participar de novo. E o melhor e mais incrível: a novidade de que a gente também pode ser remunerado por participar desse programa, sem levar equity da nossa startup”.